in

Qual a loja de aplicativos para celular mais perigosa da Internet?

A maioria das lojas está na China.

O 9Game.com, um portal para baixar jogos gratuitos para Android, foi identificado como a loja de aplicativos móveis que hospeda os aplicativos mais maliciosos em 2019. 9Game ficou em primeiro lugar na lista de lojas de aplicativos com o maior número de novos uploads de aplicativos maliciosos, mas também o número um na lista de lojas de aplicativos com a maior concentração geral de aplicativos maliciosos.

De acordo com o relatório de cenário de ameaças para aplicativos móveis de 2019 da RiskIQ, 61.669 novos aplicativos maliciosos foram carregados no 9Game em 2019.

Qual a loja de aplicativos para celular mais perigosa da Internet?

Qual a loja de aplicativos para celular mais perigosa da Internet?

Nesse ranking, o 9Game foi seguido a uma distância considerável pela loja oficial de aplicativos Android – a Google Play Store – com 25.647 novos aplicativos maliciosos. Completando o top 5 estão a loja Zhushou do Qihoo 360 , a loja de aplicativos Feral e a loja de aplicativos Vmall da Huawei.

Qual a loja de aplicativos para celular mais perigosa da Internet?

Mas enquanto a Play Store ficou em segundo lugar na lista de novos envios de malware, seu tamanho diluiu o impacto que esses aplicativos maliciosos tiveram nos usuários do Android.

A Play Store não ficou entre as 5 melhores lojas de aplicativos com a maior concentração de aplicativos maliciosos, incluindo (1) 9Game, (2) a Feral, (3) a Vmall, (4) a Loja de aplicativos Xiaomi e (5) loja Zhushou do Qihoo 360.

Qual a loja de aplicativos para celular mais perigosa da Internet?

RISKIQ: APPLE TRATA SUA APP STORE COMO FORT KNOX

Uma ausência notável nesta lista é a App Store da Apple. Esse é um resultado direto do processo individual e profundo de revisão de aplicativos da Apple, mais adequado para capturar aplicativos maliciosos do que o processo automatizado empregado pela maioria das outras lojas de aplicativos.

A Apple trata sua App Store como Fort Knox e raramente hospeda aplicativos perigosos, afirmou o RiskIQ. Enquanto isso, os controles de segurança do Google estão melhorando, apesar de permitir que aplicativos problemáticos entrem na Play Store a uma taxa que considera aceitável – o número de aplicativos na lista negra da Play Store caiu impressionantes 76,4% em 2019, acrescentou a empresa de segurança.

play-store-malware.png
Imagem: RiskIQ

Em suma, o RiskIQ diz que o número de aplicativos maliciosos observados globalmente em 2019 caiu 20%, de 213.279 em 2018 para 170.796.

A MAIORIA DOS NOVOS APLICATIVOS APARECE NA CHINA

A tendência de queda é surpreendente, disseram os especialistas do RiskIQ, já que agora existem mais aplicativos do que nunca. A empresa disse que observou 8,9 milhões de novos aplicativos carregados nas lojas de aplicativos em todo o mundo em 2019, 18% a mais que em 2018, quando detectou 7,5 milhões de novos aplicativos.

O RiskIQ diz que a maioria desses novos aplicativos (limpos e maliciosos) é proveniente de desenvolvedores chineses.

De acordo com o RiskIQ, as três principais lojas de aplicativos para celular do ano passado em termos de upload de novos aplicativos eram todas da China.

A lista inclui APK GK (1.687.757 novos aplicativos), APK Pure (890.479 novos aplicativos) e Android Apps APK (809.818 novos aplicativos).

O Google (714.678 novos aplicativos) e a Apple (465.676 novos aplicativos) ficaram apenas em quarto e quinto, respectivamente.

app-store-growth.png
Imagem: RiskIQ