in

Red Hat oferece teste gratuito da Red Hat Ansible Automation Platform

Empresas de todo mundo podem experimentar a plataforma durante 60 dias; iniciativa faz parte do pacote de ações da Red Hat para contribuir com o desenvolvimento das organizações em meio à pandemia do coronavírus

red-hat-oferece-teste-gratuito-da-red-hat-ansible-automation-platform

A Red Hat, líder mundial em soluções open source, disponibiliza ao mercado um teste gratuito da Red Hat Ansible Automation Platform. Organizações de todo o mundo podem experimentar a plataforma durante 60 dias, com acesso a tudo que a solução oferece. Além disso, a Red Hat também preparou uma série de webinars (Ansible Ask the Expert) para ajudar os usuários que estão começando a usar o produto e para responder perguntas específicas relacionadas aos seus esforços de automação. Os encontros virtuais vão acontecer todas as terças-feiras, às 10h, e as quintas, às 15h, até o dia 7 de maio.

As ações fazem parte de um pacote de iniciativas da Red Hat para contribuir com o desenvolvimento das empresas em meio à pandemia do coronavírus. Por meio do O Red Hat Developer program. a companhia também oferece o Red Hat CodeReady Workspaces, uma solução de desenvolvimento colaborativa, nativa em Kubernetes, para um rápido desenvolvimento de aplicações em cloud, o que pode ser útil para desenvolvedores que trabalham em casa, longe de seus ambientes de desenvolvimento habituais. O CodeReady Workspaces  já está disponível para download gratuitamente e também há guias de aprendizado e cursos de treinamento interativos disponíveis.

“Nós também estendemos os prazos para o uso de Red Hat Training Units e ampliamos a janela de exames em três meses. Outra iniciativa foi o prolongamento de todas as certificações que venceriam entre 17 de março e 30 de setembro. Estamos vivendo um momento de grande incerteza. O que é importante para a Red Hat agora é o nosso compromisso com nossa equipe, nossos clientes e nossas comunidades”, explica Paul Cormier, CEO da Red Hat.

Fomentando a colaboração

A Red Hat, junto com a Boston University, está patrocinando o The Resiliency Challenge, um hackathon virtual de nove semanas para que estudantes criem, projetem, desenvolvam e entreguem soluções que ajudem a lidar com os desafios apresentados pelo COVID-19. Os projetos vão se alinhar com a universidade virtual para facilitar o aprendizado online e para ajudar comunidades virtuais durante a crise.

“Os negócios da Red Hat têm como base o poder da comunidade e da colaboração. Nós prosperamos quando ajudamos nossas comunidades e clientes a atingir suas metas. Ajudamos organizações a navegar pelas águas desconhecidas da mudança tecnológica por décadas. É justo dizer que não enfrentamos uma mudança desta magnitude ou velocidade antes, mas podemos superá-la juntos”, afirma o CEO da Red Hat.

Baseado nessas premissas, o Red Hat Summit, que acontece nos dias 28 e 29 de abril, será no formato virtual pela primeira vez. O evento terá um foco grande sobre a importância da colaboração para a continuidade de negócio, mostrando como a cultura aberta e novas tecnologias ajudam a enfrentar períodos de transição como este.

“Nosso Summit foi redesenhado para se transformar em uma experiência virtual. Será gratuito e mais aberto do que nunca. É uma oportunidade única de unir equipes para aprender mais sobre tudo, desde a otimização de infraestrutura até a automação em um ambiente de cloud híbrida. Teremos parceiros como Microsoft e Intel em algumas de nossas sessões e clientes como Verizon, Credit Suisse e Ford para falar sobre como as estratégias tecnológicas que existem hoje estão abrindo caminho para a inovação”, conta Cormier.

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.