in

Samsung cria RAM com hardware de processamento AI integrado

A gigante sul-coreana criou uma memória RAM com hardware de processamento AI integrado

samsung-cria-ram-com-hardware-de-processamento-ai-integrado

Uma unidade de processamento e RAM são normalmente coisas separadas construídas em chips separados. No entanto, a Samsung quer mudar isso. A empresa criou a primeira High Bandwidth Memory (HBM) do mundo, com hardware de processamento de IA integrado chamado HBM-PIM (para processamento na memória).

Criação da RAM com hardware de processamento AI integrado

A Samsung pegou seus chips HBM2 Aquabolt e adicionou Unidades de computação programáveis entre os bancos de memória. Eles são relativamente simples e operam em valores de ponto flutuante de 16 bits com um conjunto de instruções limitado. Além disso, eles podem mover dados e realizar multiplicações e adições.

Mas existem muitas PCUs e elas literalmente ficam próximas aos dados nos quais estão trabalhando. A Samsung conseguiu fazer com que as PCUs funcionassem a 300 MHz, o que equivale a 1,2 TFLOPS de potência de processamento por chip. E manteve o uso de energia (por chip) o mesmo ao transferir dados a 2,4 Gbps por pino.

O uso de energia por chip pode ser o mesmo, mas o consumo geral de energia do sistema cai 71%. Isso ocorre porque uma CPU típica precisaria mover os dados duas vezes. Com o HBM-PIM, os dados não vão a lugar nenhum.

Não se trata apenas de economia de energia, usando o PIM para aprendizado de máquina e tarefas de inferência, os pesquisadores viram o desempenho do sistema mais que dobrar. Isso é fantástico!

O HBM-PIM

samsung-cria-ram-com-hardware-de-processamento-ai-integrado
Imagem: Rerodução GSMArena

O design do HBM-PIM é compatível com os chips regulares HBM2, então nenhum novo hardware precisa ser desenvolvido. O software só precisa dizer ao sistema PIM para mudar do modo normal para o modo de processamento na memória.

No entanto, há um problema. As PCUs ocupam espaço anteriormente ocupado por bancos de memória. Isso corta a capacidade total pela metade, até 4 gigabits. A Samsung decidiu dividir a diferença e combinar chips PIM de 4 gigabit com matrizes HBM2 regulares de 8 gigabit. Usando quatro de cada, ele criou pilhas de 6 gigabytes.

Notícias não muito agradáveis

Vai demorar um pouco até que o HBM-PIM chegue ao hardware de consumidor. Por enquanto, a Samsung enviou chips para serem testados por parceiros que desenvolvem aceleradores de IA e espera que o design seja validado até julho.

Além disso, como o HBM-PIM será apresentado na Conferência Virtual Internacional de Circuitos de Estado Sólido esta semana, então podemos esperar mais detalhes. Mas não podemos esperar só notícias boas, entretanto.

Com informações de: GSMArena

Escrito por Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Atualmente é professor substituto na mesma Instituição e assessora a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Meio Ambiente de sua cidade.
Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

Oracle Releases Linux-Based Unbreakable Enterprise Kernel 5 Update 5

Oracle lança Unbreakable Enterprise Kernel 5 Update 5

ios-14-5-permite-que-voce-compartilhe-letras-direto-do-apple-music

iOS 14.5 permite que você compartilhe letras direto do Apple Music