in

Seis dicas para tornar seu site mais otimizado e amigável ao público.

Hoje, vivemos na Era da conexão, onde tudo e todos têm acesso à internet. Aprenda como deixar seu site adaptado a essa realidade.

Seis dicas para tornar seu site mais otimizado e amigável ao público.

Atualmente, existem mais dispositivos conectados à internet do que pessoas vivendo no mundo. Hoje há uma série de produtos que se utilizam da internet para os mais diversos fins e resultados. A conexão vai desde relógios inteligentes a geladeiras que até tocam a sua música preferida. Portanto, a lista é gigante, podendo ser explorada aqui. Por isso, é fundamental que o seu site consiga se adaptar a essa realidade oferecerendo uma experiência mais agradável ao usuário final. Então, confira seis dicas para tornar seu site mais otimizado e amigável ao público.

Sendo assim, listei seis dicas que te ajudarão a melhorar a estrutura e a experiência que o seu site proporciona a todos que o acessam.

1. Smartphones

Seis dicas para tornar seu site mais otimizado e amigável ao público.
Agora é assim que fazemos amizade

De acordo com uma pesquisa, o celular é mais utilizado para acessar a internet do que o computador no Brasil. Então, isso faz dele um importante meio de consumo de produtos e serviços. Assim, é crucial que o seu site tenha uma versão mobile ou já esteja otimizado para esta plataforma.

2. Quanto mais simples, melhor

Seis dicas para tornar seu site mais otimizado e amigável ao público.
Seja tranquilo e assertivo nas mudanças

Planeje bem como vai ser a mudança de estrutura pois caso dê algum problema, pode inviabilizar o acesso. Mesmo que de forma momentânea, poderá causar bastante incômodo. Qual é o tamanho e a complexidade do seu site? Fazer algo totalmente novo apenas para o mobile ou adaptar o já existente? Estas e outras perguntas são bastante importantes e suas respostas devem estar bem claras. Como o mundo da tecnologia sempre está em constante evolução, cada vez mais rápido surgem novas metodologias e meios, dizendo sempre serem a solução final, para se produzir ou manipular algo. Por isso você sempre deve analisar as coisas com calma e objetividade. Sempre lembre do principio KISS (Keep it a simple, stupid).

3. Conteúdo relevante

Sempre esteja em busca de conteúdo interessante

Por mais que uma boa infraestrutura seja um grande facilitador, o conteúdo é o que manda para atingir o sucesso. Permaneça atualizado, conheça e converse com o seu público. Saiba o que eles desejam e mostre para eles os caminhos necessários para atingir seus interesses. Não tenha medo de errar, porém sempre aprenda com seus erros e com os erros dos outros.

4. Simplicidade, sempre.

“A simplicidade é o último grau de sofisticação” – Leonardo da Vinci

Lembre-se sempre de pensar em como vai ser a experiência do seu usuário e o que pode ser feito para melhorá-la. Coloque-se no lugar dele e frequentemente chame pessoas de fora para usar o seu site. Dê preferência a pessoas que são totalmente alheias a este mundo, pois, quanto melhor for a experiência delas com o seu site, maior vai ser a probabilidade de você conseguir se destacar positivamente.

5. Segurança

Esteja sempre preparado para não ter surpresas desagradáveis.

Nunca deixe de considerar a segurança quando você for fazer um site. Estamos expostos a uma quantidade crescente de ameaças on-line e por isso este é um tópico essencial em todo projeto. Uma vez que a sua segurança é quebrada e dados importantes são expostos, a confiança de seus usuários cada vez mais diminui. Basta ver como a reputação do Facebook foi prejudicada depois de tantos escândalos.

6. Arrisque-se

Teria coragem?

Por ultimo, mas não menos importante, arrisque-se. Procure sempre por mudanças, novidades. Tenha ambição e não se permita acomodar em apenas um bom lugar. Você quer o topo, logo precisa ser ousado para conquistá-lo.

Written by Diego Silva

Um amante da tecnologia e da livre informação.

Primeiro PC Apple é leiloado por quase R$ 2 milhões

Microsoft Linux já tem equipe formada

Microsoft pede para entrar na lista privada de desenvolvedores de segurança do Linux