sera-o-comeco-do-fim-do-loot-boxes

“Middle-earth: Shadow of War”, da desenvolvedora Monolith Productions, foi a última “batalha perdida” pela indústria de videogames na guerra das loot boxes. Mais precisamente, foi uma grande recuada: a desenvolvedora esteve “ouvindo o feedback” da comunidade de jogadores e, aceitando a argumentação de grande parte da galera de que “a funcionalidade está desviando a essência do jogo”, decidiu retirá-lo do jogo. Para quem nunca viu o termo, Loot boxes são aquelas recompensas extras que o jogador recebe ao executar determinadas tarefas, que podem ser a visualização do anúncio, compartilhamentos e muitas outras atividades que são recompensadas, por isso o termo em nosso idioma seria “caixa de recompensa”.

Entenda a polêmica

As loot boxes são funcionalidades que permitem ao jogador conseguir prêmios a troco de uma pequena soma de dinheiro (as “microtransações”), como armas extra ou simples itens cosméticos. Contudo, os prêmios são sorteados de acordo com “odds” definidas pelo software, e secretas, para que o jogador arrisque sua “sorte”. A funcionalidade se tornou especialmente reconhecida em jogos como Overwatch e Star Wars Battlefront 2.

Na prática, o mecanismo é muito semelhante a uma máquina caça-níquel ou a um jogo de cassino, e é isso que está por trás de muitas críticas a nível internacional nos últimos meses. Em novembro, um orgão de supervisionamento da Bélgica declarou que a funcionalidade era semelhante a um jogo de azar e logo o governo do país declarou que toda União Europeia devia proibir o mecanismo.

Nos Estados Unidos, um político havaiano lançou uma iniciativa para proibir as “loot boxes” a menores de 21 anos e uma senadora escreveu ao organismo de autorregulação da indústria de videojogos o que estaria pensando fazer sobre o assunto; em resposta, o organização (Entertainment Software Rating Board) declarou que os jogos passariam a ter informação da presença de “loot boxes” para os pais, mas a resposta não deixou a opinião pública satisfeita.

Na Austrália, o jornal ABC lançou uma grande reportagem sobre o tema, alertando a sociedade sobre os perigos escondidos nas “loot boxes”. Um jovem senador do país, de apenas 24 anos e “gamer” experiente, falou que o assunto precisa de regulação e que seus colegas do Senado australiano não dão a mínima para isso porque ainda vivem no tempo do Pacman.

No final de março, na Alemanha, um órgão local declarou também que as loot boxes poderiam ir contra as leis locais de jogo. Em resumo, está se criando uma consciência internacional sobre a necessidade de limitar o acesso às loot boxes por parte de adolescentes e menores de idade, mais expostos aos riscos do vício.

Fim das “War Chests” no “Shadow of War”

De acordo com a Monolith Productions, todas as War Chests (como são chamadas as “loot boxes” no Shadow of War) serão totalmente retiradas no dia 17 de julho. Os jogadores que ainda tiverem Ouro nessa data, verão seu Ouro convertido em diversos itens do jogo.

OwnCloud implementa Delta Sync para acelerar sincronização de arquivos

Previous article

Empresa brasileira cria a primeira criptomoeda que vem com Exchange própria

Next article

You may also like

More in Notícias