Slint 1.0 oferece um novo kit de ferramentas GUI de código aberto baseado em Rust

Slint permite desenvolver interfaces de usuário para vários sistemas operacionais

Jardeson Márcio
4 minutos de leitura

Slint é um produto da SixtyFPS GmbH, uma start-up. É um kit de ferramentas de código aberto para desenvolver interfaces gráficas de usuário para dispositivos ou desktops incorporados. O Slint 1.0 oferece um novo kit de ferramentas GUI baseado em Rust.

Em um anúncio recente, eles introduziram a v1.0 após 3 anos de desenvolvimento. Além disso, também compartilharam ideias sobre o que planejam fazer com esta oferta de produto.Inicialmente conhecido como SixtyFPS, o Slint percorreu um longo caminho desde a sua criação em 2020. O kit de ferramentas da GUI finalmente saiu do ‘modo de desenvolvimento’.

slint-1-0-oferece-um-novo-kit-de-ferramentas-gui-de-codigo-aberto-baseado-em-rust

Slint 1.0

Construído desde o início usando Rust, é um kit de ferramentas GUI moderno concebido com escalabilidade, inclusão, capacidade de ferramentas e compatibilidade entre plataformas em mente. Ele usa programação declarativa para simplificar o desenvolvimento de uma interface de usuário usando uma sintaxe que fornece uma maneira extensa de descrever os vários elementos gráficos fáceis de percorrer.

Eles também têm um vídeo para lhe dar uma vantagem:

O compilador Slint também pode otimizar e traduzir a descrição da interface do usuário em código nativo. Para acelerar o processo de desenvolvimento da interface do usuário, o Slint possui um amplo pacote de ferramentas que consiste em suporte para conclusão de código, navegação, refatoração e realce de sintaxe.

slint-1-0-oferece-um-novo-kit-de-ferramentas-gui-de-codigo-aberto-baseado-em-rust

Como você pode ver, ele também tem suporte para visualização live para ver as mudanças acontecendo em tempo real para feedback instantâneo. Além disso, eles também oferecem a extensão Slint no mercado VS Code, que funciona em Linux, Windows, macOS e VS Code Web.

Se você está curioso e quer experimentar agora, pode conferir a demonstração online SlintPad, um editor online com visualização ao vivo. Além disso, o Slint permite desenvolver interfaces de usuário para vários sistemas operacionais e arquiteturas de processador, algumas das quais incluem: Linux (desktop e integrado), macOS, Windows, WebAssembly, Blackberry QNX e bare metal; ARM Cortex-M e Cortex-A, Intel x86, RISC-V, Cadence Tensilica e muito mais; APIs gráficas de renderização de software/aceleradas por hardware, como OpenGL ES;

A natureza leve do Slint também pode ser aproveitada para criar aplicativos executados em sistemas com significativamente menos RAM. Eles compartilharam um exemplo para demonstrar essa afirmação com um Raspberry Pi (com apenas 264 KB de RAM) executando uma demonstração de impressora construída usando Slint.

Eles compartilharam uma informação interessante: mesmo que o Slint seja implementado usando Rust, ele ainda oferece suporte a outras linguagens de programação , como C++ e JavaScript.

O Slint

Para começar, o Slint é um projeto de código aberto, com seu código disponível no GitHub sob uma licença GPLv3. Mas eles também têm uma licença proprietária que pode ser acessada optando por um dos planos pagos ou ingressando no ‘ Programa de Embaixadores ‘ e obtendo a licença gratuitamente.

Os desenvolvedores pretendem construir um editor gráfico para designers que os permita arrastar e soltar widgets/elementos para construir a interface do usuário. Então, há planos para estender o suporte para a criação de aplicativos iOS e Android nativos e, é claro, suporte para mais linguagens de programação.

Share This Article
Follow:
Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.