in

Supercomputador com Nvidia vai trabalhar em mudanças climáticas e projetos de coronavírus

O supercomputador integrará 140 sistemas A100.

Computador quântico emissor de luz alcança supremacia quântica

A Universidade da Flórida (UF) anunciou uma parceria de US$ 70 milhões com a Nvidia para aumentar as capacidades de IA do supercomputador da instituição. O acordo fará com que a UF atualize seu supercomputador existente, o HiPerGator 3.0, de velocidades máximas de pouco mais de um petaflop para 700 petaflops de desempenho de IA. Assim, a instituição espera avançar na pesquisa acadêmica em um ritmo sem precedentes.

- Anúncios -

Para aumentar os recursos do HiPerGator, a UF implantará os sistemas DGX A100 da Nvidia, projetados para criar e executar projetos de IA em larga escala. Será a primeira vez que uma instituição de ensino superior nos EUA acessa os sistemas A100.

Supercomputador com Nvidia vai trabalhar em mudanças climáticas e projetos de coronavírus

O supercomputador existente integrará 140 sistemas A100 alimentados por 1.120 GPUs A100 Tensor Core e incluirá quatro petabytes de armazenamento de alto desempenho. A infraestrutura geral é uma plataforma única definida por software que abrange análise de dados, treinamento em IA e sistemas de aceleração.

O CEO da Nvidia, Jensen Huang, disse:

Estamos empolgados em contribuir com a experiência da Nvidia para trabalhar em conjunto para tornar a UF uma líder nacional em IA e ajudar a enfrentar não apenas os desafios da região, mas também os da nação.

Supercomputador com Nvidia vai trabalhar em mudanças climáticas e projetos de coronavírus
Para aumentar os recursos do HiPerGator, a UF implantará os sistemas DGX A100 da Nvidia, projetados para criar e executar projetos de IA em larga escala.

O acordo ocorre quando os pesquisadores utilizam cada vez mais o poder da supercomputação para resolver os problemas causados pela crise da COVID-19. Como resultado, o governo dos EUA, em parceria com a IBM, anunciou o lançamento de um consórcio de computação de alto desempenho, concedendo a pesquisadores de todo o mundo acesso a supercomputadores nos EUA para modelar a doença e melhorar a compreensão da pandemia.

Por fim, a UF prevê que, quando configurados, os novos recursos contribuirão para pesquisar soluções para os desafios relacionados à pandemia, mas não apenas isso. Em outras palavras, as ferramentas de supercomputação também devem permitir que a academia aplique a IA para resolver problemas como: o aumento do mar; populações em envelhecimento; segurança de dados; medicina personalizada; transporte urbano e insegurança alimentar em tempos de mudanças climáticas.

Fonte: ZDNET

Oito dos 10 supercomputadores mais rápidos do mundo economizam energia com NVIDIA Enterprise

ARM e Linux dominam o topo da lista dos 500 supercomputadores mais rápidos do mundo

Fujitsu A64FX é o melhor supercomputador do mundo

Written by Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Preview do Windows Terminal da Microsoft vem com um novo focus mode para impedir distrações

Preview do Windows Terminal da Microsoft vem com um novo focus mode para impedir distrações

Fundação GNOME divulga novos planos para 2021

Vem aí o novo GNOME OS