in

Suporte ao monitor Intel 8K deve funcionar com o Linux 5.4

Este era um recurso esperado.

Suporte ao monitor Intel 8K deve funcionar com o Linux 5.4

Além dos muitos recursos do Linux 5.4 de que falamos até agora, chega mais uma atualização do kernel prevista para estrear em novembro. Estamos a falar do suporte de exibição de 8K para a Intel (Gen11 Icelake e mais recente). Portanto,  ele deve estar em ordem para ser implementado imediatamente. Assim, o suporte ao monitor Intel 8K deve funcionar com o Linux 5.4.

Os monitores 8K são bastante raros. E isso não ocorre à toa, uma vez que os preços são altos.  Um monitor Dell UltraSharp 32 8K com todos os recursos, por exemplo, está sendo vendido po nada menos quer US $ 3899 USD. Esse tipo atual de monitores 8K requer duas conexões DisplayPort para conduzir devido às limitações atuais de largura de banda.

Suporte ao monitor Intel 8K deve funcionar com o Linux 5.4

Suporte ao monitor Intel 8K deve funcionar com o Linux 5.4

O código do driver gráfico DRM para Linux da Intel precisou de alguns ajustes no modo “sincronização de porta”. Assim, isso serve para sincronizar os conjuntos de modos lado a lado para garantir que as saídas estejam alinhadas. Sem isso – e se você tentar exibir um display de 8K em núcleos anteriores à 5.4 com gráficos Intel – resulta em falhas na tela. Para encurtar a história, essas mudanças no driver do gerenciador de renderização direta da Intel estão disponíveis para a versão 5.4.

O rompimento neste caso pode ser bastante grave. Portanto, o Linux 5.4 será o primeiro kernel com suporte a exibição de 8K funcionando bem nos gráficos da Intel com gráficos Gen11 ou mais recentes. Mais detalhes neste deck de slides do início deste mês, no XDC2019, da Manasi Navare da Intel.

Fonte: Phoronix

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

qualcomm-estabelece-fundo-de-investimento-ecologico-de-us-200-milhoes-para-o-5g

Qualcomm estabelece fundo de US$ 200 milhões para o 5G!

Ubuntu 20.04 LTS vai otimizar o GNOME para PCs rápidos ou modernos e Ubuntu 20.10 para PCs lentos ou antigos

Ubuntu 20.04 LTS vai otimizar o GNOME para PCs rápidos ou modernos e Ubuntu 20.10 para PCs lentos ou antigos