SUSE e openSUSE desenvolvem “Plataforma Linux Adaptável” para próxima edição do SUSE Linux Enterprise

Claylson Martins
3 minutos de leitura

A empresa SUSE com a comunidade openSUSE está embarcando no desenvolvimento da “Adaptable Linux Platform” ou Plataforma Linux Adaptável, em português, cuja sigla será (ALP). A expectativa é de que este se torne o sucessor do SUSE Linux Enterprise 15.

Já se passaram quatro anos desde a chegada do SUSE Linux Enterprise 15. Sendo assim, o SUSE estabelece como objetivo de agora formular um trabalho para seu sucessor que trará grandes mudanças. 

Desde 2018, quando o SLE 15 foi lançado inicialmente, muitas coisas mudaram, incluindo requisitos de usuários e clientes, tecnologias, velocidade de novas versões de aplicativos, idiomas e suas bibliotecas que aparecem. Também a conexão entre Leap e SLE mudou. 

E embora alguns pedaços tenham melhorado, acreditamos firmemente que podemos fazer melhor. O SLE 15 é um ótimo sistema operacional de uso geral, mas os desafios com alguns casos de uso, agora locais de implantação, e o tipo de solicitações de aprimoramento mostram que é hora de um sucessor, observou Stefan Behlert, da SUSE, no anúncio oficial.

SUSE e openSUSE desenvolvem “Plataforma Linux Adaptável” para próxima edição do SUSE Linux Enterprise

SUSE e openSUSE desenvolvem "Plataforma Linux Adaptável" para próxima edição do SUSE Linux Enterprise
SUSE e openSUSE desenvolvem “Plataforma Linux Adaptável” para próxima edição do SUSE Linux Enterprise.


Haverá “mudanças radicais” para a tecnologia e o design com a “Plataforma Linux Adaptável” na qual eles estão trabalhando como seu sistema operacional SUSE corporativo de próxima geração. Quanto ao que todas as mudanças implicam, o SUSE ainda está sendo leve ao falar publicamente sobre suas mudanças planejadas. 

O breve anúncio de agora dá uma ideia do que realmente poderemos esperar da nova versão do sistema:

Em primeiro lugar, o ALP será desenvolvido a céu aberto. Não vamos juntar as peças internamente e depois compartilhar fora, como no passado. Não, estamos criando e compilando no openSUSE Build Service – em um projeto próximo a você :). 

Você consegue ver diretamente para ver o que está acontecendo e participar mais facilmente.Outro ponto importante é que pretendemos dividir o que era mais genérico, tudo está intimamente interligado em duas partes: uma peça menor de habilitação de hardware, uma espécie de “host OS”, e a camada que fornece e suporta aplicações, que serão baseado em contêiner (e VM).

Você pode dizer “Isso é muito genérico, você pode nos contar mais?” – é claro. Nas próximas semanas, mais e mais se cristalizarão e compartilharemos o mais rápido e regularmente possível. Este é apenas um primeiro aviso para informá-lo de que estamos no processo de configurar tudo – do projeto aos canais de feedback, da documentação aos testes.

Os breves detalhes compartilhados até agora para a Plataforma Linux Adaptável como SUSE Enterprise Linux de última geração podem ser encontrados na lista de discussão openSUSE Factory.

Via Phoronix

Share This Article
Follow:
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.