Neste artigo, vamos aprender algumas teclas de emergência do GNU/Linux. Sabemos que os sistemas GNU/Linux não estão a salvo de travamentos. Então é bom conhecer o que fazer quando ocorre essa situação, pois não queremos danificar o nosso sistema.

 

Desligando o computador

A primeira combinação de emergência é usada para sincronizar os discos e desligar o computador instantaneamente, evitando problemas nos sistemas de arquivos. Ela é ideal para quem precisa desligar o computador rapidamente sem danificar seus sistemas de arquivos, ou quando a máquina trava e por qualquer motivo não permite um desligamento natural através do init. Para isso faça o seguinte jogo de teclas:

Mantendo ALT pressionado, tecle Print Screen e depois a vogal O

 

Reiniciando o computador

Assim como o Ctrl+Alt+Del do MS-DOS o kernel do Linux também possui uma chamada de emergência que permite reiniciar a máquina, com a vantagem de sincronizar os discos evitando danos no sistema de arquivos. Execute o jogo de teclas:

Mantendo ALT pressionado, tecle Print Screen e depois B

Sincronizando os discos

Se você acha que a força vai cair e precisa trabalhar até a ultima hora, mas tem medo de danificar seu sistema de arquivo, poderá sincronizar seus discos de tempos em tempos. Para sincronizar discos em caso de emergência, execute o jogo de teclas:
Mantendo ALT pressionado, tecle Print Screen e depois S

 

Segurança

Se por algum motivo algo está ameaçando a segurança do seu sistema, como a execução acidental de um script malicioso como root ou de programa desconhecido, poderá colocar os discos como somente leitura e evitar danos mais sérios. Então, para evitar tal processo, execute o jogo de teclas:
Mantendo ALT pressionado, tecle Print Screen e depois U
Redação
Este usuário é utilizado quando um post é migrado de um usuário para outro, ou quando alguém envia um conteúdo ao SempreUPdate.

    Como transformar o seu Ubuntu em um MacUbuntu, deixe o seu sistema parecido com o sistema da Apple!

    Previous article

    Instalando programas pelo código fonte no GNU/Linux!

    Next article

    You may also like

    Comments

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    More in Dicas