Twitter descobre bug no Firefox

Claylson Martins
2 minutos de leitura

O Twitter anunciou que desobriu um bug do Firefox que armazenava em cache os arquivos particulares enviados ou recebidos via DMs. Segundo a rede social, o navegador armazenava as mensagens por até uma semana. Segundo o Twitter, sua plataforma armazenava arquivos particulares no cache do navegador Firefox – uma pasta onde os sites armazenam informações e arquivos temporariamente.

O Twitter afirmou que, assim que os usuários saírem da plataforma ou fizerem logoff, os arquivos permanecerão no cache do navegador, permitindo que qualquer pessoa possa recuperá-lo.

Twitter descobre bug no Firefox

Twitter descobre bug no Firefox
Imagem: Kyle Wiggers | Venture Beat.

A empresa agora está avisando aos usuários que compartilharam computadores ou usaram um computador público que alguns de seus arquivos particulares ainda podem estar presentes no cache do Firefox. O malware presente em um sistema também pode acessar e roubar esses dados, se estiver configurado para isso.

Isso pode incluir arquivos enviados ou recebidos por meio de mensagens diretas (DMs), arquivos dados baixados da página de configurações de um perfil e outros. O Twitter disse que esses arquivos permaneceriam em um sistema, mesmo que o usuário desconectasse de suas contas.

A empresa disse que o impacto do bug é um pouco limitado, pois o Firefox limpa automaticamente todos os dados em cache com mais de sete dias.

Se você usa, ou usou, um computador público ou compartilhado para acessar o Twitter, recomendamos que você limpe o cache do navegador antes de fazer logout e seja cauteloso com as informações pessoais que você baixa em um computador que outras pessoas usam, disse o Twitter.

O cache pode ser limpo no Firefox, indo em 

Preferências > Privacidade e segurança > Cookies e dados de sites Limpar dados.

Twitter descobre bug no Firefox

O Twitter disse que agora corrigiu esse bug para impedir que sua plataforma armazene em cache informações não públicas. A empresa também disse que o bug não afetou os usuários que usam outros navegadores como o Safari ou o Chrome.

Share This Article
Follow:
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.