in

Ubuntu 20.04 LTS adiciona suporte a WireGuard

Esta era uma medida esperada para o novo Kernel 5.6.

WireGuard 1.0.0 é alternativa VPN moderna e segura ao OpenVPN/IPsec

Enquanto o WireGuard foi mesclado no Kernel Linux 5.6, a versão Ubuntu 20.04 LTS está atualmente sendo trabalhada em cima do Linux 5.4. Além disso, a versão de abril provavelmente será lançada com o Linux 5.5, já que a versão 5.6 estreará muito em cima da hora para fazer parte em um primeiro momento. No entanto, o kernel do Ubuntu 20.04 agora possui back-port do WireGuard.

Nas últimas semanas, houve uma discussão sobre o envio do Ubuntu 20.04 LTS com suporte a WireGuard e, de fato, com o kernel mais recente do Ubuntu no repositório do Focal, está o módulo WireGuard portado para este túnel VPN seguro.

Porém, desde dezembro do ano passado, foi forte o movimento para implementação do suporte ao Wireguard na nova versão do Ubuntu 20.04 LTS já a partir do dia 23 de abril de 2020. As discussões apontavam duas maneiras. Uma delas seria usando o módulo do kernel DKMS existente. A outra é corrigindo o kernel baseado no Linux 5.5 com o WireGuard agora que as mudanças necessárias na API de criptografia entraram nessa versão.

Ubuntu 20.04 LTS adiciona suporte a WireGuard

Ubuntu 20.04 LTS adiciona suporte a WireGuard

A retro-portabilidade do WireGuard para o kernel Ubuntu 20.04 LTS atualmente baseado em 5.4 é simples, graças ao módulo out-of-tree do WireGuard, mantendo a compatibilidade desde os anos anteriores. Agora, com a versão mais recente do kernel é o módulo WireGuard. Desta forma, a introdução do Wireguard acabou sendo viabilizada.

Então, felizmente, mesmo com o Ubuntu 20.04 LTS provavelmente rodando em um kernel Linux 5.5, o WireGuard estará nesta versão de suporte de longo prazo.

O Wireguard-Tools já está disponível no arquivo do Ubuntu Universe para as ferramentas de espaço do usuário. É possível baixar várias versões das ferramentas. O NetworkManager e similares também já possuem suporte para WireGuard.

O Ubuntu 20.04 LTS está programado para ser lançado em 23 de abril e promete vir com uma versão turbinada do GNOME, a estreante 3.36.

Via Phoronix

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

SpaceX implanta 50% dos satélites para o seu sonho de internet global

SpaceX implanta 50% dos satélites para o seu sonho de internet global

GIMP ficará ainda mais parecido com o Photoshop

GIMP ficará ainda mais parecido com o Photoshop