in

Versão remix paga e não-oficial do Fedora está disponível para o WSL do Windows

Versão remix paga e não-oficial do Fedora está disponível para o WSL do Windows

Uma versão remix não-oficial do Fedora está disponível para o WSL do Windows. Além da falta de suporte oficial, esta é uma versão paga. A opção vem a somar-se ao crescente ecossistema do Windows Subsystem for Linux (WSL) ao lado do Ubuntu, o openSUSE, o Debian e outros.  Então, surge agora o Fedora Remix. Porém, essa novidade do Fedora oferecida pela WSL não é gratuita. Além disso, não é oficialmente sancionada ou apoiada pela Red Hat nem pelo projeto Fedora. 

Compatibilidade

A Whitewater Foundry, as mesmas pessoas por trás do WLinux pay-to-play e do WLinux Enterprise, anunciaram agora a oferta do Fedora Remix para a WSL através da Microsoft Store. Como o Projeto Fedora não está apoiando a WSL neste momento, eles passaram a oferecer a própria versão não oficial para essa camada de compatibilidade do Linux no Windows Server 2019 e no Windows 10.

Uma das adições úteis ao Fedora Remix para WSL e WLinux é que quando emparelhado com um cliente Windows X11 pode permitir suporte a aplicações GUI, embora não seja acelerado. No entanto, além disso, oferece o Fedora para uso no Windows. Isso caso você não prefira as opções Ubuntu, Debian e openSUSE.

Onde baixar

Através da Microsoft Store, dá para baixar o Fedora Remix for WSL por R$ 36,95. Porém, atualmente está listado por R$ 18,45, ou seja, a metade do preço.

Ou, se quiser ignorar os custos, há o WSLFedoraRemix no GitHub com as fontes ou uma opção gratuita para sideload no seu sistema e ignorar a loja.

Fedora 30 avança

Com cada nova versão do Fedora você pode ter a certeza que estará usando os mais recentes e melhores lançamentos da área de trabalho GNOME. Também o kernel estável mais recente, e também tem sido muito pontual na mudança para novos lançamentos principais do compilador GCC. O Fedora 30 a ser lançado em maio deve ser fornecido com o GCC 9.1, como seria uma prática padrão.

O prazo de envio para as propostas de mudança de todo o sistema estava pode ser visto aqui.

Esta proposta foi submetida após o prazo. Estou anunciando para discussão na comunidade e deixarei a decisão de conceder ou não uma exceção ao FESCo.

Processo formal de aprovação

O Comitê de Engenharia e Direção do Fedora poderia rejeitar essa mudança por estar atrasado, mas isso seria surpreendente. O GCC9 em sua forma atual já faz parte do Fedora Rawhide.

O GCC 9 está no “estágio quatro” desde o início deste mês, o que significa que apenas correções de regressão e atualizações de documentação são permitidas (assim como novas portas como o back-end AMD Radeon GCN recém-adicionado).

Portanto, o GCC 9 em geral deve estar pronto para o teste Fedora Rawhide/F30. Ao mesmo tempo, a versão estável do GCC 9.1.0 deve ser anunciada em abril. Portanto, semanas antes da data prevista de lançamento do Fedora 30.

O GCC 9 está trazendo:
  • front-end da linguagem D;
  • suporte ao Intel Icelake;
  • suporte ao ajuste do AMD Zen 2;
  • back end inicial do GCN e muito mais.

Portanto, há a submissão à mudança do GCC 9 como uma formalidade, mas deve quase certamente ser aprovada pelo FESCo em sua próxima reunião.

Via

Written by Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Distribuição Linux segura de código aberto

Linux Kodachi 5.8 – Distribuição Linux segura de código aberto

Akira promete ser a ferramenta de design GNU/Linux que sempre quisemos

Akira promete ser a ferramenta de design GNU/Linux que sempre quisemos