in

Windows 10 descarta kernel WSL2 Linux

Além disso, adiciona virtualização nasted da AMD e o recurso Seu telefone para controlar aplicativos de música.

Surpreendentemente, a última versão do Windows 10 da Microsoft, Windows Insider, descarta o kernel Linux para o Windows Subsystem for Linux 2 (WSL2). A mudança ocorre no Windows 10 Insider Preview Build 19645, disponível para Windows Insiders no chamado Fast Ring. A retirada do kernel do Linux da visualização do Windows 10 o alinha com o lançamento do Windows 10 versão 2004.

Em março, a Microsoft decidiu remover seu kernel Linux personalizado da imagem do sistema operacional Windows para melhorar a capacidade de manutenção. A ideia era permitir que o Windows lidasse com atualizações do kernel como outras atualizações de driver via Windows Update para garantir que o kernel fosse mantido atualizado. Assim, os usuários do Windows 10 podem executar a distribuição Linux de sua escolha no kernel.

Além disso, essa compilação de visualização também oferece suporte para virtualização nasted em PCs com processadores AMD. O suporte permite que os profissionais de TI usem contêineres Hyper-V dentro de uma máquina virtual. Até agora, o Windows 10 suportava apenas a virtualização nasted nos processadores Intel.

Windows 10 descarta kernel WSL2 Linux

Windows 10 descarta kernel WSL2 Linux

A Microsoft diz que a virtualização nasted foi testada no processador Ryzen/Epyc de primeira geração da AMD. O suporte a host da máquina virtual do kernel do Linux será adicionado no futuro. A prévia da Microsoft, lançada na semana passada,  alterou o comportamento da ferramenta de limpeza de disco do Storage Sense. O objetivo é impedir a exclusão automática da pasta Downloads, se ela fosse sincronizada com um provedor de nuvem.

Essa versão não continha nenhuma correção de bug. No entanto, a nova visualização traz várias delas, incluindo uma correção para um problema em que os PCs inicializando a partir do armazenamento eMMC faziam a checagem quando ‘acordavam’ da hibernação.

A versão 19645 também corrige um erro que fazia com que as miniaturas de visualização da barra de tarefas não fossem renderizadas corretamente. Além desta, há outra que não conseguia abrir o painel de entrada de manuscrito em certos campos de texto quando tocada com uma caneta.

Do mesmo modo, corrige um problema causando a falha da instalação do Windows Hello se o reconhecimento facial já estiver configurado e, em seguida, a opção Melhorar Reconhecimento tiver sido selecionada. A Microsoft observa que o recurso Seu telefone para controlar aplicativos de música e áudio está sendo implementado para todos os usuários.

Agora você pode acessar e controlar os aplicativos de áudio reproduzidos no seu telefone diretamente no aplicativo, sem precisar dividir sua atenção entre dispositivos ou interromper o fluxo de trabalho, observa a Microsoft. Suas faixas de áudio permanecerão sincronizadas entre o telefone e o PC, e você pode alternar entre várias fontes usando a lista suspensa no player.

ZDNet