Melhores distros Linux para 2017!

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
No ano passado, o tão complexo 2016, muitas pessoas trocaram de distros Linux e outras até as abandonaram. Mas a verdade é que muitos usuários iniciaram neste mundo gigante e outros trocaram para distros minimalistas, o que fizeram o volume de buscas crescer por seus nomes no buscador Google em vários meses no ano passado. É com base nisso que vou citar as distros Linux que eu tenho observado o crescimento nas buscas pela sonhada melhor distro linux.
1º – Ubuntu
Como todos nós já sabemos o Ubuntu é sem dúvida a distribuição mais popular no mundo inteiro. É desenvolvida por uma imensa comunidade espalhada pelo planeta e mantida pela Canonical. O seu foco é sem dúvida os iniciantes por sua facilidade de instalação tanto em deskotps como notebooks, agora em breve em smartphones e óbvio, a famosa era da internet das coisas, não se assuste se achar o Ubuntu funcionando até mesmo no seu interfone. A sua base é o Debian instável. Por trás do Ubuntu, existe também um filosofia que justifica o uso da palavra africana Ubuntu, em suma a palavra tem vários significados, como a nossa “saudade” que só existe no português, neste caso, o do Ubuntu pode ser amizade, solidariedade, compaixão, perdão, irmandade, o amor ao próximo. A capacidade de entender e aceitar o outro. Mas o projeto, quer dizer “Humanidade para todos” ou “Eu sou o que sou por causa do que todos nós somos”.
Para conhecer mais sobre o projeto, acesse o site clicando no botão abaixo:

2º – Fedora
 
O Fedora costumava ser conhecido como Fedora Core, é patrocinado pela empresa Red Hat e sua comunidade participa muito de seu desenvolvimento. Esta distro Linux é baseada no bom e velho Red Hat Linux, mas o Fedora é totalmente gratuito e de código aberto. Mesmo se o Ubuntu “ganhou” a maioria dos usuários novatos, a Red Hat sempre pode ser a distribuição que muitos usuários vão iniciar sua experiência com o Linux.
Para conhecer mais o projeto acesse o site do Fedora clicando no botão abaixo:

3º – openSUSE

 
O SUSE Linux é uma família de distribuição desenvolvida pela Novell. Essa família inclui a distribuição corporativa SUSE Linux Enterprise Desktop. Algumas distribuições Enterprise para servidores e produtos que são dirigidos a empresas e também o openSUSE gratuito que é desenvolvido a partir da comunidade SUSE, além das distribuições comerciais desenvolvidas pela Novell. Suse costumava ser a alternativa para a Red Hat.
4º – openMandriva
 
O openMadriva Linux é uma distro Linux  para os consumidores, que pode ser baixado gratuitamente através de seu site. Em sua forma atual, o openMandriva é uma combinação das distribuições: Mandrake, Conectiva e Lycoris. O Madrake foi baseado no Red Hat Linux com ênfase em ferramentas gráficas para usuários principiantes e ambiente esteticamente melhorado.

5º – Debian GNU/Linux

O Debian GNU/Linux é a definição da versão que usa o Kernel Linux padrão, e que é desenvolvida por sua comunidade, Debian Project. A Debian foi a primeira distribuição que esteve aberta à contribuição de todos os usuários e programadores. Seu princípio básico é basicamente o acordo social que cada sistema operacional Debian será desenvolvido 100% livre. O Debian é a distribuição mais popular e preferida de usuários avançados e especialmente para aqueles que contam a ideologia por trás de todo o movimento de comunidades de código aberto e software livre. Isso mesmo, quando se baixa uma ISO Debian, o usuário vai encontrar somente softwares livres, após a instalação o usuário que desejar utilizar software proprietário como drivers, terá que habilitar os repositórios não livres, chamados pelo projeto de non-free. O projeto é conhecido também por sua estabilidade e testes rigorosos,  por ser muito usado como base de muitas outras distros, incluindo o Ubuntu. Digamos que o sangue do Debian corre na veia de seus filhos até hoje, logo entendemos que é a distro mais usada.

6º – Knoppix

Knoppix é uma distro Linux mais popular por rodar diretamente do CD sem a necessidade de instalação. Também é conhecido por seu suporte muito amplo em hardware por isso é a escolha número um para os usuários que querem testar o Linux antes de instalá-lo e também para os usuários que querem testar se seu hardware é compatível com o Linux. Geralmente os usuários que testam o Knoppix acabam no Debian no final das contas, pois o Debian também é pai do Knoppix.
7° – Slackware
Para muitas pessoas, Slackware é considerado a… Distribuição de hackers. É o mais antigo Linux Distro que conseguiu “sobreviver” até hoje, e não, não é a primeira distro Linux como muitas pessoas acreditam. Sempre muito forte e estável desde 1993, o Slackware é dirigida principalmente a super usuários avançados, pessoas que sabem exatamente o que querem, como eles querem. Claro que pode ser usado também por um usuário novato desde que ele queira aprender um monte de coisas novas, mas este vai precisar ter paciência ilimitada, e que seu principal objetivo seja primeiro entender sobre computadores, software, e claro, em seguida a distribuição e após um longo tempo poderá usá-lo como uma ferramenta de trabalho. Como alguém disse a um tempo atrás, é a distribuição para românticos maníacos do Linux, o bom e velho Linux, E também para aqueles que acreditam que assim que instalá-lo eles se tornarão hackers. Em outras palavras, uma distribuição forte e que com toda certeza quem passar por esta experiência terá muito conhecimento, mas não o domínio de tudo.
8° – Gentoo
Gentoo é talvez o código-fonte mais orientado comparado a todas as distros Linux que citei acima. O que significa que para sua instalação é recomendado que você compile todo o sistema operacional e seus aplicativos, e programas, em vez de apenas instalar pacotes binários. Claro que isso torna a distribuição mais otimizada, especialmente para a máquina que vai ser instalada e, ao mesmo tempo, a distribuição mais incrível que existe. É endereçado para os usuários avançados e que com bom tempo sobrando.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários