Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Lançado o Debian 9 “Stretch” confiras as novidades

Debian 9 finalmente é lançado, e você pode baixar ou fazer a atualização do seu Debian 8.

O Projeto Debian lançou a versão 9 oficialmente ontem, dia 17 de Junho. E você já pode aproveitar e atualizar o seu Debian 8 para o Debian 9 de forma simples, inclusive fizemos um tutorial que mostra como fazer o upgrade do Debian 8 para o Debian 9.

O Debian 9 demorou cerca de 26 meses para ser lançado, foram ajustes, testes e muitas, mas muitas correções e testes incansáveis para trazer aquela estabilidade Debian que todo mundo conhece. A versão 9 do Debian terá suporte por 5 anos.

O que há de novo no Debian 9 ?

Segundo o anúncio oficial do Projeto Debian, na Stretch, a variante MySQL padrão agora é o MariaDB. A substituição dos pacotes do MySQL 5.5 ou 5.6 pela variante MariaDB 10.1 acontecerá automaticamente na atualização. O Firefox e o Thunderbird retornam ao Debian com o lançamento da Stretch, e substituem as suas versões com as marcas removidas Iceweasel e Icedove, que estiveram presentes no repositório por mais de 10 anos.

Graças ao projeto Reproducible Builds, mais de 90% dos pacotes fonte incluídos no Debian 9 construirão pacotes binários idênticos bit-a-bit. Essa é uma funcionalidade de verificação importante que protege os usuários contra tentativas maliciosas de adulterar compiladores e redes de construção. Versões futuras do Debian incluirão ferramentas e metadados para que usuários finais possam validar a procedência de pacotes dentro do repositório.

Administradores e aquelas pessoas que estão em ambientes sensíveis a segurança podem se confortar em saber que o sistema gráfico X não exige mais privilégios de root para executar.

Os pacotes de depuração estão mais fáceis de obter e usar no Debian 9 Stretch. Um novo repositório dbg-sym pode ser adicionado à lista de fontes do APT para fornecer símbolos de depuração automaticamente para vários pacotes.

Esta versão inclui vários pacotes de software atualizados, tais como:

  • Apache 2.4.25
  • Asterisk 13.14.1
  • Chromium 59.0.3071.86
  • Firefox 45.9 (no pacote firefox-esr)
  • GIMP 2.8.18
  • uma versão atualizada do ambiente de área de trabalho GNOME 3.22
  • Coleção de Compiladores GNU 6.3
  • GnuPG 2.1
  • Golang 1.7
  • KDE Frameworks 5.28, KDE Plasma 5.8, KDE Applications 16.08 e 16.04 para componentes PIM
  • LibreOffice 5.2
  • Linux 4.9
  • MariaDB 10.1
  • MATE 1.16
  • OpenJDK 8
  • Perl 5.24
  • PHP 7.0
  • PostgreSQL 9.6
  • Python 2.7.13 e 3.5.3
  • Ruby 2.3
  • Samba 4.5
  • systemd 232
  • Thunderbird 45.8
  • Tomcat 8.5
  • Xen Hypervisor
  • Xfce 4.12

Mais de 51.000 outros pacotes de software prontos para uso, desenvolvidos a partir de pouco mais de 25.000 pacotes fonte. Com essa ampla seleção de pacotes e seu tradicional amplo suporte de arquiteturas, o Debian mais uma vez se mantém fiel ao seu objetivo de ser o sistema operacional universal. Ele é apropriado para muitos casos diferentes de uso: de sistemas desktop a netbooks; de servidores de desenvolvimento a sistemas de cluster; e para servidores de bancos de dados, web ou armazenamento. Ao mesmo tempo, esforços adicionais para garantia de qualidade, como instalação automática e testes de atualização para todos os pacotes do repositório do Debian asseguram que a Stretch satisfaz as altas expectativas que os usuários têm de uma versão estável do Debian.

Quais arquiteturas são suportadas pelo Debian 9 ?

As arquiteturas atualmente suportadas pelo Debian 9 é o PC de 64 bits / Intel EM64T / x86-64 (amd64), PC de 32 bits / Intel IA-32 (i386), PowerPC de 64 bits little-endian da Motorola/IBM (ppc64el), IBM S/390 de 64 bits (s390x), para ARM, armel e armhf para hardware de 32 bits antigo e mais recente, além de arm64 para a arquitetura de 64 bits AArch64, e para MIPS, em adição às duas arquiteturas de 32 bits mips (big-endian) e mipsel (little-endian), há uma nova arquitetura mips64el para hardware de 64 bits little-endian. O suporte para PowerPC de 32 bits da Motorola/IBM (powerpc) foi removido na Stretch.

E como ficou o UEFI no Debian 9 ?

O suporte a UEFI (Unified Extensible Firmware Interface), introduzido primeiramente na Wheezy, continua a ser consideravelmente melhorado na Stretch, e também suporta a instalação em firmware UEFI de 32 bits com um kernel de 64 bits. As imagens Debian live agora incluem suporte à inicialização UEFI como uma nova funcionalidade, também.

E o movo live como ficou?

Caso você queira simplesmente testar o Debian 9 Stretch sem ter que instalá-lo, você pode usar uma das imagens live disponíveis, que carregam e executam o sistema operacional completo em um estado somente de leitura através da memória do seu computador. Se você gostar do sistema operacional, você tem a opção de instalá-lo no disco rígido do seu computador a partir da imagem live. A imagem live está disponível para CDs, pendrives USB e configurações com inicialização via rede. Inicialmente, essas imagens são fornecidas apenas para as arquiteturas amd64 e i386.

Para maiores informações, leia o anúncio oficial completo no site do projeto Debian:

Anúncio Oficial

Download Debian 9

Comentários