Adobe anuncia o fim do Flash Player

Adobe faz um comunicado sobre o fim do Flash e pega todos de surpresa!

A Adobe fez um comunicado no dia 25 de julho de 2017 em torno do fim do Flash. A Adobe citou tanto o flash quanto o Shockwave, que foram criados na época em que a interatividade e o conteúdo precisavam ser impulsionados. Porém, com o tempo outros formatos foram surgindo, inclusive formatos abertos.

Resumo da declaração da Adobe sobre o fim do Flash Player

A comunidade aceitou o flash, mas com o tempo foi observado limitações, e claro, o famoso peso do Flash além de alguns problemas em torno do suporte que a Adobe não dava ao Linux. Para alguns a Adobe demorou muito para encerrar o Flash tendo em vista novas tecnologias abertas que farão o trabalho do Flash de uma melhor maneira, como o HTML5, WebGL e o WebAssembly que estão amadurecendo nos últimos anos, em especial porque estão incorporando os formatos abertos e os navegadores estão cada vez menos usando o Flash Adobe, produzindo outros plugins integrando-os em seus browsers.

E foi por esses motivos que a Adobe declarou que em 2020 vai encerrar o fim do Flash para todas as plataformas, e não mais somente ao Linux como se era esperado. No entanto, atualizações de segurança vão ser lançadas, mas sem refinamentos ou grandes recursos, ela também não disse até quando vai manter esses patches.

E terminando o discurso da Adobe, ela ainda disse que vai se empenhar para liderar o desenvolvimento de novos padrões web e participar ativamento neste ramo. Querem colaborar com o HTML5 e integrar oficialmente o Grupo da Comunidade WebAssembly. Eles vão continuar fornecendo o Animate CC que é considerada uma ferramenta principal no que diz respeito a produção de conteúdo HTML5 e o Premiere Pro CC.

Você pode ler o anúncio completo sobre o fim do flash pela Adobe:

Anúncio do fim do Flash Adobe

Comentários