in

6 maneiras de você contribuir com o Linux

Neste artigo, encontre 6 maneiras de você contribuir com o Linux ou com algum projeto open source relacionado a ele.

Conheça 6 programas de design gráfico para Linux
Conheça 6 programas de design gráfico para Linux.

A princípio, o Linux não é como sistemas operacionais comerciais. No mundo do software livre, você não está limitado a ser consumidor de seus aplicativos e interfaces favoritos. Dessa forma, você pode contribuir com o Linux na criação e não precisa ser um desenvolvedor para isso.

Todos projetos, não importa o tamanho, podem usar uma mão amiga. Aqui estão algumas maneiras pelas quais você pode se envolver e fazer a diferença.

1. Forneça feedback

Os projetos de software livre não tratam os usuários como consumidores. A maioria também não tenta rastrear seu comportamento. Portanto, os desenvolvedores não sabem o que os usuários querem, a menos que recebam feedback. Você pode ajudar muito apenas falando e ajudando os projetos a estabelecer um senso de direção.

Embora as redes sociais forneçam uma maneira de ser ouvido, esse ambiente está cheio de barulho. Muitos projetos estabelecem suas próprias comunidades. Por exemplo, o Purism tem um fórum para pessoas que compram seus produtos ou usam o PureOS.

Quando a empresa decidiu mudar de um modelo de lançamento contínuo para versões estáveis com suporte mais longo, perguntou às pessoas nos fóruns da comunidade Purism. Portanto, a empresa acabou optando por uma versão estável com uma opção de lançamento contínuo para quem deseja um software mais recente.

Dessa forma, procure os caminhos disponíveis para o seu projeto de escolha. Às vezes, é um fórum. Ou então, é um grupo de bate-papo no IRC ou no Telegram. Talvez seja uma página do Gitlab. Se tudo o mais falhar, procure um endereço de email.

2. Responda as perguntas de novos usuários

6 maneiras de você contribuir com o Linux
Ask Ubuntu. Imagem: Reprodução / Make Use Of

Quando as pessoas mudam para o Linux pela primeira vez, geralmente não têm ninguém ou nenhum lugar para pedir ajuda pessoalmente. Em vez disso, os mecanismos de pesquisa são o seu suporte técnico.

Esses mecanismos de pesquisa apontam para fóruns ao lado de painéis de perguntas e respostas. Um dos exemplos mais importantes é o Ask Ubuntu, para o qual as pessoas recorrem com perguntas concretas e específicas. Esses locais podem ser imensos recursos, mas isso somente se pessoas informadas se inscreverem e se dedicarem a ajudar outras pessoas.

Você pode ser essa pessoa. Desta forma, ajudará a contribuir com o Linux.

Ao participar de vários fóruns de discussão da comunidade, procure o código de conduta. Seu comportamento não reflete apenas em você. Ele reflete em toda a comunidade e pode realmente afastar novos usuários de um projeto.

3. Escreva documentação

6 maneiras de você contribuir com o Linux
Wiki do Arch Linux. Imagem: Reprodução / Make Use Of

Embora seja ótimo ter usuários ajudando uns aos outros, nada substitui uma documentação oficial de fácil leitura. Esses guias podem dizer como os desenvolvedores pretendem que você use a área de trabalho que eles forneceram, como superar obstáculos e de quais erros eles estão cientes.

A documentação raramente chama a atenção. Muitas pessoas adoram o Arch Linux, em parte por causa da profundidade e utilidade do ArchWiki. Assim, você pode recorrer à ArchWiki para obter ajuda, mesmo que nunca tenha instalado o Arch. Várias instruções também funcionam para outras distribuições.

4. Crie ícones para seu desktop ou aplicativo favorito

O design é importante. A cada poucos anos, os principais ambientes desktop Linux renovam seus temas de ícones de alguma forma. Normalmente, os designers tornam os ícones mais distintos, mais planos (para corresponder às tendências de design), mais simples (para facilitar a conformidade) ou todos os itens acima.

Não importa o tamanho de um projeto, eles podem usar sua ajuda.

O GNOME, por exemplo, mudou seu tema de ícone na versão 3.32. Uma grande motivação para a reformulação foi facilitar a criação de novos ícones. Alguns aplicativos ainda não possuem um ícone atualizado. E é aí que você pode intervir e contribuir com o Linux.

O elementaryOS teve uma aparência relativamente consistente desde o início, embora seus temas tenham sofrido alguns ajustes. Ainda assim, com todos os aspectos da área de trabalho elementar oferecendo seu próprio caráter distinto, permanecem pequenos ícones de sistema e interface que ainda precisam ser polidos.

5. Teste software novo

Os desenvolvedores precisam que os usuários experimentem as versões mais recentes de seus programas. Isso é útil em versões estáveis e atualizadas e é especialmente útil em softwares que ainda estão nos estágios de pré-lançamento.

Os desenvolvedores de software livre geralmente trabalham sozinhos ou em pequenas equipes remotas. Eles não têm acesso a vários tipos de hardware e não podem experimentar todas as diferentes configurações de desktop Linux existentes.

Ao testar aplicativos, você fornece a esses desenvolvedores informações sobre como os aplicativos são executados no hardware e na configuração de área de trabalho escolhida (distribuição Linux; ambiente de área de trabalho; servidor de exibição; etc) Obviamente, os desenvolvedores só obtêm esse insight se você os alcançar. Então, registre relatórios de erros e lembre-se de ser educado quando o fizer.

6. Traduza aplicativos ou melhore a acessibilidade

Se existe uma função na qual praticamente qualquer projeto pode precisar de ajuda, é a tradução. Isso porque, mesmo que uma equipe já tenha tradutores capazes a bordo, não há como eles falarem todos os idiomas.

Isso não se refere apenas ao idioma. Os desenvolvedores também precisam de ajuda para tornar seu software mais acessível para pessoas que têm mais dificuldade de ver ou ouvir. Alguns aplicativos simplesmente não serão utilizáveis em determinadas circunstâncias, mas em outros casos, um ou dois ajustes podem fazer uma grande diferença.

Pronto para contribuir com o Linux?

Por fim, cada projeto de software livre tem sua própria maneira preferida de comunicação e métodos diferentes para se envolver. Então, você pode começar acessando a página da sua distro, aplicativo, tema ou componente e procurando instruções sobre como contribuir. Não se preocupe, você encontrará uma maneira de contribuir com o Linux.

O sistema operacional elementary OS oferece algumas das diretrizes mais detalhadas que você encontrará em uma distribuição Linux, mas a maioria das que existem há algum tempo fornece instruções sobre como ajudar. O mesmo vale para aplicativos. O Projeto GIMP coloca uma opção de menu na parte superior da página inicial que leva a uma lista do que você pode fazer.

Neste artigo, você viu 6 maneiras de você contribuir com o Linux.

Se gostou, não deixe de compartilhar!

Fonte: Make Use Of

Leia também: Cobrar dinheiro por distros Linux e software open source? Faz mais sucesso do que você imagina!

Escrito por Leonardo Santana

Astrônomo amador e eletrotécnico. Apaixonado por TI desde o século passado.

google-maps-lanca-recurso-de-navegacao-para-motos

Como o Google Maps sabe onde estou?

172 aplicativos maliciosos com mais de 335 milhões de instalações são encontrados na Play Store

172 aplicativos maliciosos com mais de 335 milhões de instalações são encontrados na Play Store