Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

25/06/2021 às 13:00

6 min leitura

Avatar Autor
Por Jardeson Márcio

A Apple supostamente ameaça uma ação legal contra vazadores chineses

A ação envolveria os informantes que vazam informações sobre dispositivos não lançados

apple-adia-o-retorno-dos-funcionarios-as-atividades-presenciais

Os vazamentos que envolvem produtos como smartphones, por exemplo, têm seus prós e contras. Para os consumidores significa descobrir quais novos recursos e especificações podem chegar a um dispositivo no qual estão interessados. Mas, para as empresas, verem seus produtos vazarem antes mesmo do desenvolvimento, por exemplo, não é muito legal. Embora os vazamentos possam chamar a atenção para um produto específico, empresas como a Apple têm tentado ao longo dos anos acabar com o vazamento de informações. Inclusive, a Apple supostamente ameaça uma ação legal contra vazadores chineses.

Recentemente, os informantes chineses Kang e Duan Rui receberam correspondência da Apple exigindo que parassem de revelar imagens e especificações de futuros produtos da Apple e a empresa ameaçou com ação legal na China se eles não cumprissem.

De acordo com posts nas redes sociais, as cartas da Apple exigem que os vazadores não possam divulgar informações sobre produtos não lançados, pois isso pode enganar clientes em potencial e dar uma vantagem aos concorrentes. A Apple também exigiu que os vazadores evitem postar imagens e não possam se referir às postagens como sonhos ou enigmas, uma vez que ainda são vistos como vazamentos. A pena para isso, seria, supostamente, uma ação da Apple contra os vazadores.

a-apple-supostamente-ameaca-uma-acao-legal-contra-vazadores-chineses
Imagem: Apple

Kang diz que “não vai postar enigmas e sonhos no futuro”, alertando seus colegas vazadores de que a Apple estará analisando de perto as postagens que divulgam informações sobre produtos não lançados que podem ser considerados “violação e abuso de informações comerciais”.

As ações da Apple podem tornar mais difícil para aqueles que criaram seguidores para fornecer dicas novas e em um tweet, Jermaine do Concept Creator disse que um advogado holandês está procurando falar com ele sobre um render para o AirPod Max que ele fez anteriormente para Jon Prosser da FPT, aponta o PhoneArena.

Apple tenta impedir que vazadores publiquem seus produtos há algum tempo

Em março, a Apple exigiu que seus parceiros de fabricação, como Foxconn e Wistron, fizessem verificações de antecedentes de todos os trabalhadores da linha de montagem. Aqueles com antecedentes criminais são mantidos longe de áreas de montagem com produtos da Apple inéditos, para o caso de ficarem tentados a vender fotos ou outras informações a informantes. Muitas das informações roubadas pelos trabalhadores da linha de montagem são valiosas, pois podem ser vendidas a informantes por até três vezes o seu salário ou mais.

Um dos piores anos para a Apple no que diz respeito a vazamentos foi 2013, antes do lançamento do iPhone 5c em setembro. Esse modelo era um aparelho colorido com caixa de plástico e preço inferior ao da unidade “premium” de alumínio. A Apple lutou durante meses para impedir que imagens do corpo do iPhone 5c em várias cores fossem lançadas e a empresa comprou de volta 19.000 caixas do iPhone 5c antes do lançamento, embora até então várias imagens já tivessem sido publicadas, lembra o PhoneArena.

O site lembra ainda que, em 2017, a Apple realizou um seminário interno sobre como parar vazamentos. A notícia de que a Apple conduziu este seminário vazou. As informações capturadas durante o seminário indicaram que o CEO da Apple, Tim Cook, e outros funcionários da empresa odeiam vazamentos.

A empresa parece mais determinada do que nunca a reprimir aqueles que vendem informações sobre os próximos produtos e os vazadores que estão dispostos a desembolsar muito dinheiro para comprar essas dicas. A Apple talvez consiga afastar um pouco os vazadores com essa suposta “ameaça” de ação legal.

Via: PhoneArena / AppleInsider

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.