in

AMD lança nova série de processadores Epyc

A AMD voltou ao mercado de datacenters em 2017 com seus processadores para servidor Epyc.

AMD e Google se unem para oferecer serviços criptografados privados baseados em nuvem
O sistema é baseado em VMs confidenciais que usam o recurso Secure Encrypted Virtualization (SEV) do AMD EPYC de segunda geração.

A AMD anunciou na terça-feira uma nova série de processadores Epyc, chips de alta frequência projetados para cargas de trabalho corporativas. A nova série 7Fx2, que inclui chips de 8, 16 e 24 núcleos, visa especificamente bancos de dados, cargas de trabalho comerciais de computação de alto desempenho (HPC) e infraestrutura hiperconvergente (HCI).

AMD lança nova série de processadores Epyc

Ao combinar a arquitetura AMD Infinity com os núcleos Zen 2 de alta velocidade, os novos chips oferecem o mais alto desempenho por núcleo da família Epyc.

A AMD voltou ao mercado de datacenters em 2017 com seus processadores para servidor Epyc. Os processadores Epyc de segunda geração continuam ganhando força nos mercados corporativo, de nuvem e de computação de alto desempenho (HPC), disseram os líderes da AMD em março no Financial Analyst Day da empresa.

Os mercados corporativos continuarão sendo robustos, dada a fase de modernização que ocorre com o aumento do 5G. Também há as atualizações planejadas em torno do Windows Server e do vSphere.

A AMD está focada em alguns objetivos corporativos importantes. Isso inclui ajudar as empresas a coletar inteligência de seus dados mais rapidamente, além de ajudá-las a executar aplicativos comerciais de HPC. Além disso, inclui facilitar a convergência de computação, armazenamento e rede.

AMD lança nova série de processadores Epyc
A AMD voltou ao mercado de datacenters em 2017 com seus processadores para servidor Epyc.

Os novos chips de 8 e 16 núcleos demonstram até 17% mais transações por minuto com o SQL Server em comparação com a concorrência, afirma a AMD. Além disso, a empresa diz que eles oferecem uma pontuação VMmark 3.1 até 47% maior quando comparada à concorrência. Ainda mais, eles têm desempenho até 94% maior por núcleo em aplicativos de dinâmica de fluidos computacional.

Por fim, os novos processadores são suportados por vários parceiros, incluindo Dell EMC, HPE, Lenovo e Nutanix. A Supermicro está lançando a primeira plataforma blade do setor construída para processadores Epyc, com suporte para os novos chips. Enquanto isso, a IBM Cloud está lançando uma nova oferta de servidor baseada nos processadores 7F72.

Fonte: ZDNET