in

AMD perde um dos principais especialistas em compiladores LLVM

Neil Henning foi levado para a AMD para melhorar o desempenho de seu compilador LLVM, em particular seu LLVM Pipeline.

AMD perde um dos principais especialistas em compiladores LLVM

A AMD perdeu um dos seus principais desenvolvedores de compiladores LLVM. Além disso, ele atuava como especialista em Vulkan/SPIR-V e estava envolvido nas especificações da Khronos.
Neil Henning abandonou a AMD e agora está se unindo à Unity Technologies. Neil foi levado para a AMD para melhorar o desempenho de seu compilador LLVM, em particular seu LLVM Pipeline Compiler (LLPC) usado por concorrentes oficiais da AMD Vulkan. A ideia era torná-lo competitivo com seu compilador proprietário de shader antigo usado atualmente por seus drivers gráficos binários. Porém, agora, a AMD perde um dos principais especialistas em compiladores LLVM.

AMD perde um dos principais especialistas em compiladores LLVM
Neil Henning/Arquivo pessoal.

Enquanto esteve na AMD, Neil foi capaz de aumentar o desempenho do compilador shader LLVM em cerca de 2x no ano passado. Ele também implementou várias extensões de driver Vulkan em sua pilha.

A pilha de compiladores LLVM da AMD continua ficando mais madura e comparável em desempenho/recursos ao seu compilador de shaders. No entanto não há nada de novo sobre quando eles podem migrar seus componentes proprietários do OpenGL/Vulkan.

O motivo da saída, segundo o próprio Neil, é pessoal. Ele afirma que não gostou da política interna, dos sistemas internos da empresa e de outros fatores. Como resultado, Neil agora está se unindo à Unity para trabalhar em seu compilador Burst. O objetivo no LLVM  tornar o C # mais rápido que o C ++ . Com Neil a bordo, as perspectivas do Burst tornaram-se muito mais emocionantes.

Como parte desse movimento, Neil também está se separando do The Khronos Group e de seu trabalho no Vulkan/SPIR-V. Mais detalhes através desta postagem no blog.

AMD envia suporte para Navi e outras alterações remanescentes da AMDGPU para Linux 5.3

AMD perde um dos principais especialistas em compiladores LLVM

 

Agora, o mantenedor do AMDGPU/Radeon DRM, Alex Deucher, enviou o lote final de atualizações de recursos para o DRM-Next, que tem como alvo o próximo kernel Linux 5.3.

Este lote final de alterações está no topo de várias rodadas anteriores de trabalho já enfileiradas no DRM-Next. Ele será avaliado nas próximas semanas até a janela de mesclagem do Linux 5.3 no início de julho. O mais notável neste lote final é o suporte ao Navi 10 (Radeon RX 5700 series).

Na última segunda-feira que a AMD postou as 459 linhas de código do kernel do Linux/~ 412k para habilitar o Navi. Esse código é agora parte deste pedido de pull que esperamos ser honrado. Felizmente um bom pedaço desse código é automatizado com arquivos de cabeçalho. Assim, dado o seu novo suporte de hardware, o risco de regredir os usuários existentes é menor. Portanto, não haverá objeções no Linux 5.3 pelos mantenedores do subsistema DRM ou pelo próprio Linus Torvalds. Está chegando um pouco mais tarde do que o esperado, porém tem suporte a exibição Navi DC, habilitação de gráficos GFX10, SDMA, gerenciamento de energia, suporte a VCN 2.0 e outros bits.

O suporte do RadeonSI e outros bits de espaço do usuário ainda estão pendentes. Contudo, devem estar no lugar do Mesa 19.2.  Tudo isso deve estar pronto no segundo semestre. Se você estiver planejando comprar uma Radeon RX 5700 / 5700XT no próximo mês, será necessário construir essas peças no Git ou usar o driver da Radeon Software for Linux em uma distribuição Linux corporativa compatível.

Além do Navi, este pull possui:

AMD perde um dos principais especialistas em compiladores LLVM

  • correções SR-IOV;
  • melhor gerenciamento de erros de Memória Heterogêneo (HMM), evitando possíveis situações de falta de memória quando muitos threads estão gerando contenção de memória;
  • melhor arbitragem de acesso a hardware i2c;
  • Display Suporte a compressão de fluxo dentro do código DC;
  • suporte a Vega M no AMDKFD;
  • controles de prioridade Vega/GFX9 para AMDKFD;
  • e várias outras alterações/correções.

Este último código AMDGPU para Linux 5.3 é mostrado aqui enquanto aguarda que ele seja mesclado ao DRM-Next e depois à árvore mainline após o lançamento do Linux 5.2 no início de julho.

Written by Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Linux 5.2-rc6 lançado com correções para Steam Networking

Linux 5.2-rc6 lançado com correções para Steam Networking

Desenvolvedor Ubuntu fala sobre alterações de 32 bits

Desenvolvedor Ubuntu fala sobre alterações de 32 bits