Apple estudou substituir o Google pelo DuckDuckGo na pesquisa padrão no modo de navegação privada do Safari

Jardeson Márcio
3 minutos de leitura

O julgamento anticompetitividade em andamento do Google está revelando todos os tipos de elementos interessantes do relacionamento Apple-Google, que colocou sob escrutínio legal o lucrativo acordo das empresas para que a pesquisa do Google seja o navegador padrão no iPhone, iPad e Mac. Nesse cenário, a Apple estudou substituir o Google pelo DuckDuckGo na pesquisa padrão no modo de navegação privada do Safari.

Apple estudou substituir o Google pelo DuckDuckGo

O desenvolvimento mais recente é que a Apple considerou substituir a pesquisa do Google como mecanismo de pesquisa padrão no Safari, quando os clientes usavam o modo de navegação privada. O Google teria permanecido como padrão no modo de pesquisa normal. As negociações entre Apple e DuckDuckGo ocorreram entre 2018 e 2019.

O depoimento do CEO da DuckDuckGo, Gabriel Weinberg, e do vice-presidente sênior da Apple, John Giannandrea, foi conduzido a portas fechadas, mas o juiz decidiu agora que será divulgado ao público por ser considerado crítico para o caso. De acordo com as informações, codinomes e informações comerciais confidenciais serão ocultados nos documentos divulgados.

apple-estudou-substituir-o-google-pelo-duckduckgo-na-pesquisa-padrao-no-modo-de-navegacao-privada-do-safari

O DuckDuckGo disse que ficou surpreso que a Apple nunca tenha implementado a mudança do Google para DuckDuckGo após meses de negociações. No entanto, Giannandrea, da Apple, disse que a empresa nunca considerou seriamente uma mudança, caso contrário ele teria insistido em mais diligência.

Giannandrea observou que a suposição de maior privacidade para os usuários teria sido a motivação, mas como o DuckDuckGo depende do Bing para muitos de seus resultados de pesquisa, não está claro se seria muito mais privado do que simplesmente usar o Google.

Giannandrea já havia anunciado no tribunal um novo recurso do iOS 17 que permite aos usuários escolher um mecanismo de pesquisa diferente separadamente para navegação normal e modos de navegação privada. Mas o Google é o padrão para ambos.

A justiça

O argumento do Departamento de Justiça é que o acordo entre Google e Apple, que prevê que o Google pague cerca de 8 mil milhões de dólares (cerca de R$ 41,2 mil) anualmente à Apple num acordo de partilha de receitas publicitárias, é anticompetitivo, uma vez que bloqueia a concorrência no mercado de buscas. Alega que a barreira para mudar do mecanismo de pesquisa padrão é simplesmente muito alta.

O Departamento considera as negociações com o DuckDuckGo e o Bing da Microsoft como meras táticas de negociação para a Apple garantir melhores condições financeiras com o Google. A Apple diz que usa o Google porque é o melhor.

Via: 9to5Mac
Share This Article
Follow:
Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.