Apple não reparará iPhones reportados como perdidos ou roubados!

Jardeson Márcio
3 minutos de leitura

Quando um iPhone é perdido ou roubado, ele pode ser reportado como tal. A Apple sempre teve políticas para não fornecer serviços de reparo para dispositivos perdidos ou roubados, mas apenas se eles tivessem o recurso Find My ativado. No entanto, agora, a empresa também não reparará iPhones que sejam relatados como perdidos ou roubados no GSMA Device Registry.

iPhones repostado como perdidos ou roubados não serão consertados pela Apple

A informação vem de um memorando interno enviado aos funcionários da Apple Store e aos provedores de serviços autorizados da Apple. O documento informa que a empresa agora usará o banco de dados GSMA Device Registry para verificar se um dispositivo está registrado como perdido antes de fornecer qualquer reparo.

Se os sistemas internos da empresa indicarem que o dispositivo foi “informado como perdido”, os técnicos devem rejeitar o reparo. Essa decisão vai de encontro aos interesses dos usuários da empresa que têm seus dispositivos perdidos ou roubados, afinal, ninguém quer que pessoas não autorizadas utilizem os seus dispositivos como seus.

apple-nao-reparara-iphones-reportados-como-perdidos-ou-roubados

GSMA Device Registry

Para quem não conhece, o GSMA Device Registry é um banco de dados global que permite que os proprietários de smartphones registrem eventos como perda, roubo, fraude ou indiquem que o aparelho está sujeito a um plano de pagamento.

Com o IMEI do telefone, as empresas com acesso a esta plataforma podem verificar facilmente se um dispositivo foi atribuído a alguma dessas categorias. Dessa forma, identificando se o dispositivo foi perdido ou roubado, por exemplo.

Nova política da Apple de não reparar iPhones roubados ou perdidos

A nova política visa impedir que iPhones roubados sejam substituídos por novos se eles nunca tiverem o Find My ativado antes. Claro, para aqueles dispositivos com o Find My ativado, nada muda, até porque a empresa já nega serviços de reparo para dispositivos bloqueados.

No entanto, vale a pena lembrar que, em alguns casos, a Apple pode aceitar a fatura do seu dispositivo como comprovante de compra para reparar ou substituir seu dispositivo se, por algum motivo, você tiver perdido o acesso ao seu ID Apple.

Essa nova política da Apple, que consultará o GSMA Device Registry, dá aos serviços de reparos autorizados mais um canal para verificação se o dispositivo que chegou para reparo é um dispositivo roubado ou perdido. Dessa forma, se identificada a “fraude”, o dispositivo não será reparado. Esperamos que isso iniba ainda mais o roubo de iPhones.

Via: 9to5Mac

Share This Article
Follow:
Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.