in

Apple processa ex-funcionário por roubar segredos comerciais

Ex-funcionário teria roubado segredos comerciais e os fornecido a um contato da mídia

apple-vence-recurso-em-processo-sobre-violacao-de-patente-lte
Imagem: Poder360

A mídia sempre consegue informações sigilosas sobre os produtos que serão lançados, principalmente quando o assunto é tecnologia. A Apple, por exemplo tem muitos de seus produtos vazados, meses de antecedência ao lançamento, com informações sobre especificações e design, sendo vazadas do nada. Agora, a Apple está processando um ex-funcionário por roubar segredos comerciais e entregá-los a um correspondente da mídia.

- Anúncios -

Em maio de 2020, a Apple estava “tensa” após um vazamento do iOS 14, supostamente retirado de uma versão em desenvolvimento de um modelo do iPhone 11. Outra pessoa pagou uma grande quantia para comprar o telefone e supostamente foi capaz de isolar o iOS 14, que foi então repassado para hackers, blogueiros e pesquisadores. E o vazamento não consistiu em capturas de tela e partes do iOS 14, uma versão inteira do sistema operacional foi revelada, aponta o Phone Arena.

apple-processa-ex-funcionario-por-roubar-segredos-comerciais
Imagem: Reuters

De acordo com documentos judiciais publicados por Scribd e detalhados pela AppleInsider, A Apple está processando Simon Lancaster. Esse nome provavelmente não lembra nada, mas Lancaster era o ex-líder de materiais da empresa, como tal, ele certamente teria muito conhecimento sobre os próximos dispositivos.

Mas parece que alguns informantes estavam obtendo informações por meio de um jogo de apostas altas de “Simon Says”. No processo, a Apple alega que “Apesar de mais de uma década trabalhando na Apple, Lancaster abusou de sua posição e confiança dentro da empresa para disseminar sistematicamente informações confidenciais de segredos comerciais da Apple em um esforço para obter benefícios pessoais.

Ex-funcionário rouba segredos comerciais da Apple e entrega a um correspondente da mídia

O ex-funcionário obteve acesso a reuniões internas e documentos fora do escopo de suas responsabilidades de trabalho contendo segredos comerciais da Apple, e ele forneceu esses segredos comerciais a seu correspondente da mídia externa. “

O meio de comunicação para o qual o correspondente trabalhava publicou esses segredos comerciais em vários artigos que citavam uma “fonte” da Apple. Em troca, a nova empresa de Lancaster foi tema de artigos positivos na mesma publicação.

Pouco antes de deixar a Apple em outubro de 2019, Lancaster supostamente entregou seus documentos de contato com a mídia rotulados como “Confidenciais”, que a empresa chamou de “Projeto X”. A Apple também acusa Lancaster de baixar um “número substancial” de documentos confidenciais da Apple para seu computador pessoal em seu último dia na empresa.

O processo declara que os segredos comerciais que Simon passou adiante para seu correspondente da mídia incluíam “detalhes de produtos de hardware da Apple não lançados, alterações de recursos não anunciadas em produtos de hardware existentes e anúncios de produtos futuros, todos os quais a Apple guarda de perto.”

A Apple aponta em documentos judiciais que as ações tomadas pelo réu prejudicam a Apple em relação aos seus concorrentes.A empresa também afirma que “Manter essas informações como um segredo comercial é essencial para a capacidade da Apple de competir nos mercados de hardware e software.

O processo será ouvido pelo Tribunal Distrital dos EUA para o Distrito Norte da Califórnia, na Divisão de San Jose.

Com informações de: Phone Arena

Written by Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

GRUB 2.06 Release Candidate disponível para teste

GRUB 2.06 Release Candidate disponível para teste

KDE Plasma 5.21.3 melhora o novo aplicativo de monitor de sistema e suporte para aplicativos GTK

KDE Plasma 5.22 melhora aviso de que seu disco pode estar com defeito