in

As 3 portas que não devem ser abertas no roteador

Saiba como se precaver da maioria dos ataques cibernéticos em relação as portas abertas do reteador.

As 3 portas que não devem ser abertas no roteador
Imagem reprodução: Ballast Secure

Abrir portas em um roteador é algo que milhares de usuários procuram todos os dias. Embora, por questões de segurança, seja melhor fechá-las se não soubermos o que estamos fazendo, muitos aplicativos exigem a abertura das portas para uma operação adequada. Isso acontece ao jogar online com nosso console ou para baixar arquivos da Internet com um programa P2P. No entanto, acabamos de aprender que a maioria dos usuários pode se precaver da maioria dos ataques cibernéticos, simplesmente com três portas que não devem ser abertas no roteador.

As 3 portas que não devem ser abertas no roteador

Analisando mais de 130.000 ataques e 4.000 clientes da empresa de segurança Alert Logic, foi possível chegar a uma conclusão interessante que chegará até nós muito bem para saber. Segundo este relatório de segurança, existem três portas que “retiram” a grande maioria dos ataques feitos na Internet. De acordo com o estudo, essas portas são:

  • 22 – SSH (Shell Seguro)
  • 80 – HTTP (Protocolo de Transferência de Hipertexto)
  • 443 – HTTPS (Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro)

65% dos ataques ocorrem usando essas portas. Quarto, encontramos a porta usada para o RDP (Windows Remote Desktop Protocol) ou a Área de trabalho Remota.

Esta porta, 3389, subiu para essa posição devido a algumas falhas de segurança detectadas este ano.

As 3 portas que não devem ser abertas no roteador

O restante das portas vulneráveis em ordem são: 3301, 3306, 8080, 53, 9002, 5986 e 8443. Nesse caso, falamos sobre portas TCP. No caso do FTP ou do File Transfer Protocol, as portas 20 e 21 também foram classificadas como perigosas, detectando milhares de impressoras, câmeras e outros dispositivos vulneráveis.

A empresa recomenda manter todas essas portas fechadas para segurança máxima. Se você precisar abrir algum deles para determinados serviços, devemos manter atualizados o roteador, o software do sistema e todos os aplicativos que usamos. No caso de vulnerabilidades, as atualizações podem salvar nossas vidas.

Sistemas desatualizados é outro risco à segurança

As 3 portas que não devem ser abertas no roteador

Em outra ordem, a empresa de segurança enfatizou que sistemas operacionais desatualizados também são um risco. 66% dos computadores analisados possuem o Windows 7, um sistema que fica sem atualizações de segurança em 14 de janeiro de 2020.

Para obter mais informações, os computadores com Windows XP foram detectados, sem suporte desde 2014, ou Windows NT, desatualizados desde Faz anos. No mundo Linux, temos quase metade dos usuários com a versão 2.6, sem suporte por 3 anos e com 65 vulnerabilidades conhecidas.

Conclusão

Por tudo isso, colocamos você nesta ferramenta para verificar as portas abertas. Podemos fazer isso para aplicativos, para uma porta específica, para várias portas ou intervalo de portas e para todas as portas do computador.

Depois que as portas abertas forem detectadas, podemos fechar essas portas caso você não precise usá-las.

Fonte: ADSLZone

Escrito por Fabiano Rodrigues

Usuário de Linux desde o Kurumin; servidor público, tecnólogo em análise e desenvolvimento de sistemas, amante de software livre e de código aberto; apaixonado por jogos, louco por rock e heavy metal, filmes e seriados.

Red Hat Enterprise Linux 6 e CentOS 6 recebem atualização importante de segurança do Kernel

Red Hat Enterprise Linux 6 e CentOS 6 recebem atualização importante de segurança do Kernel

Mozilla Firefox 69.0.1 disponível para download

Mozilla Firefox 69.0.1 disponível para download