in

As paralisações da internet na Índia custaram bilhões de dólares às empresas

Essa é uma prática míope por parte dos governos.

Xiaomi pode se tornar a primeira empresa a oferecer suporte ao GPS da Índia em telefones
Você sabia que a Índia possui um programa espacial? Além disso, eles já enviaram uma espaçonave com um lander para a Lua! Crédito: Nishant Vyas via Pexels.

Em meio a protestos em todo o país contra as novas e futuras leis de cidadania na Índia, o site Firstpost relata que as paralisações da internet (atualmente sendo usadas como uma ferramenta pelo governo para reprimir a agitação em alguns estados) estão custando uma fortuna às empresas em todo o país.

As paralisações da internet na Índia custaram bilhões

De acordo com os cálculos do Firstpost, as operadoras de telefonia móvel perdem em média US$ 1 milhão a cada três horas para cada um dos 22 círculos (regiões) em que operam.

Além disso, foi realizado um estudo em 2018 pelo Conselho Indiano de Pesquisa em Relações Econômicas Internacionais (ICRIER). Ele observou que os desligamentos da internet custaram à economia indiana cerca de US$ 3,04 bilhões entre 2012 e 2017.

A Índia já se acostumou a essa prática míope

A Índia implementou mais de 350 desligamentos da internet em todo o país desde 2014. O mais notável é o apagão em andamento no estado de Jammu e Caxemira. Ele já dura 135 dias (agora está ativo apenas no vale da Caxemira). O desligamento mencionado acima foi implementado depois que o governo central anunciou sua intenção de revogar o status constitucional especial de Jammu e Caxemira, forçando-o a cumprir a legislação nacional.

As paralisações da internet na Índia custaram bilhões de dólares às empresas
As paralisações da internet estão sendo usadas como uma ferramenta por governos para reprimir agitações. Imagem: Reprodução | IoT Tech Trends.

Entre as mais recentes paralisações estão as impostas no estado de Uttar Pradesh. Foi nele onde os protestos contra as leis de cidadania da Índia se tornaram violentos e serviram de pano de fundo para vários casos de brutalidade policial. Além disso, um apagão foi implementado na cidade de Lucknow, com uma população de aproximadamente três milhões.

O governo da Índia defendeu suas decisões de impor o desligamento da internet dizendo que essas medidas ajudam a evitar ataques terroristas e distúrbios. Na realidade, esses desligamentos realmente não funcionam. É apenas mais uma ação regressiva que coloca as pessoas em perigo e seus entes queridos fora de alcance. Além disso, como vimos, custa dinheiro às empresas e atrapalha a vida cotidiana. É hora de acabar com essa prática míope.

Fonte: The Next Web

DigiKam 7.0 traz gerenciamento de rostos com deep learning

DigiKam 7.0 traz gerenciamento de rostos com deep learning

Western Digital desenvolve um novo sistema de arquivos Linux: Zonefs

Western Digital desenvolve um novo sistema de arquivos Linux: Zonefs