in

Benchmark vazado mostra o Core i9-10900K batendo o 9900K em 30%

Os processadores de desktop de 10ª geração da Intel competirão com os chips de 7 nm Ryzen 3000 da AMD.

Parece que estamos nos aproximando cada vez mais do lançamento dos chips de desktop Comet Lake da Intel. Portanto, isso significa que os vazamentos estão chegando rapidamente. O mais recente deles vem na forma de uma entrada de banco de dados do Geekbench, um benchmark que mostra o i9-10900K executando 30% melhor que o seu antecessor Core i9-9900K.

Benchmark vazado mostra o Core i9-10900K batendo o 9900K

O suposto resultado do Geekbench 5 foi descoberto pelo vazador @Tum_Apisak. O benchmark, realizado usando uma ASRock Z490M Pro4 com 32 GB de memória DDR4, mostra o próximo carro-chefe atingindo uma pontuação de núcleo único de 1.437 e núcleo múltiplo de 11.390. O Core i9-9900K, para comparação, possui uma pontuação de núcleo único de 1.340 e um resultado com vários núcleos de 8.787.

Com seus dez núcleos, não é surpresa ver o i9-10900K superando o i9-9900K de oito núcleos. Além disso, é esperado que a Intel tenha aumentado a frequência base de 3,6 GHz para 3,7 GHz, enquanto o clock de impulso passa de 5,0 GHz para 5,1 GHz. Embora tudo isso tenha contribuído para o benchmark mais alto, o desempenho extra provavelmente vem de um aprimoramento adicional do processo de 14 nanômetros, que a Intel usa desde o Skylake.

Em janeiro, um suposto documento vazado (abaixo) da Intel também mostrou o i9-10900K superando o 9900K em até 30%. Observou-se que o chip teve um grande consumo de energia, mas parece que a Intel conseguiu controlar isso.

Benchmark vazado mostra o Core i9-10900K batendo o 9900K em 30%
Imagem: Reprodução | Tech Spot.

Ainda não sabemos exatamente quando as CPUs de desktop Comet Lake chegarão. Parece que elas serão anunciadas em abril, apesar de um relatório recente afirmar que a interrupção da COVID-19 na rede de suprimentos pode adiar o lançamento até junho, mas isso agora parece improvável.

Os processadores de desktop de 10ª geração da Intel competirão com os chips de 7 nm Ryzen 3000 da AMD. Portanto, a empresa terá que ser inteligente com seus preços. Além disso, com a série Ryzen de quarta geração prevista para o terceiro trimestre, o Comet Lake pode enfrentar uma concorrência acirrada.

Fonte: Tech Spot

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.