ubuntu software center

Um grande redesenho do aplicativo Ubuntu Software está sendo proposto pela Canonical. A reformulação está sendo planejada desde junho. O objetivo é facilitar a descoberta e acesso a aplicativos presentes na loja. Portanto, confira neste post que a Canonical quer reformular Ubuntu Software Center.

O membro da equipe de projetos da Canonical, Matthew Paul Thomas, produziu uma série de protótipos. Ele mostra um redesenho da “primeira página” idealizada para as lojas GNOME Software e Ubuntu Software., Assim, a Canonical espera deixar o catálogo um lugar mais empolgante e dinâmico. De acordo com o site OMG!Ubuntu, tudo não passa de ideias que ainda estão sendo discutidas internamente. Portanto, nada foi definido ainda.

Atual método de pesquisa de Software é ruim

Abra o aplicativo de software do Ubuntu na sua área de trabalho e você será saudado por algo que se parece com isso:

centro de software

Isto acima é o visual “loja de aplicativos” no Ubuntu.  Um banner no topo da página inicial da loja fala sobre um aplicativo (Snap) em destaque. Abaixo desta lista, os softwares estão separados por categorias, como lançamentos recentes ou escolhas do editor.

Muitos usuários só utilizam o aplicativo do Ubuntu Software quando enfrentam problemas para instalar algo a partir da linha de comando. Mesmo assim, isso só é feito se o aplicativo já for conhecido, dada a dificuldade de encontrar algo realmente interessante. Isso ocorre por uma falha na experiência de pesquisa.

De acordo com a Canonical, os usuários reclamam que a loja atual não traz informações suficientes para se tomar uma decisão sobre o aplicativo.

O que deve mudar

A Canonical quer introduzir conteúdo “editorial”, semelhante ao que é mostrado na Apple App Store, desde a versão 11.

“Quanto mais interessantes pudermos fazer a primeira página, maior a probabilidade de as pessoas retornarem e encontrar software que seja útil para elas”, escreve Matthew Paul Thomas, da Canonical,  no Gitlab.

No redesenho proposto, ele quer transformar a primeira página do Ubuntu Software em algo parecido com uma “revista”:

  • Uma seção de “notícias” com listas e informações de desenvolvimento;
  • Uma seção para aplicativos novos e populares; 
  • Uma ‘categoria em destaque’ que muda frequentemente.

Assim, segundo a Canonical, a primeira página da loja rapidamente se tornaria mais viva, envolvente e dinâmica. Seria um portal em constante mudança, com atraindo os usuários para os mais recentes e melhores Snaps aplicativos ao redor. Veja o esboço abaixo:

 

iOS 11 App Store

Listas específicas

Estamos falando de listas específicas de aplicativos. Então devem surgir seções como: “os melhores jogos novos da semana!”,  “5 aplicativos para criar selfies impressionantes”, “Software para relaxamento”  – bem como tutoriais para aplicativos, entrevistas com desenvolvedores de ferramentas adicionadas recentemente, e notícias gerais sobre a distro em si.

Tanto a Canonical quanto a Red Hat (através da comunidade Fedora) mantêm blogs e wikis através dos quais frequentemente promovem ou destacam novos softwares. Esse recurso pode se conectar facilmente e exibir o conteúdo deles.

A mudança iria, de certa forma, tirar as recomendações de aplicativos das mãos dos blogueiros, páginas de Linux e dos próprios  mantenedores da distro. Eles estariam livres para misturar conteúdo upstream e downstream, ou ficar apenas com as fontes que eles aprovam.

No entanto, é preciso discutir a estratégia de centralizar essas avaliações para pessoas que têm interesse em promover tais produtos. O plano da Canonical é introduzir suporte para aplicativos Snap pagos em breve, dos quais eles terão uma porcentagem de vendas. Porém, a comunidade de código poderá ver tal medida com desconfiança.

E mesmo que as mudanças sejam feitas, elas seriam suficientes para convencer a maioria dos usuários de Linux, com espírito independente e tecnicamente proficientes, a começar a usar um aplicativo com soluções mais rápidas e enxutas, sem o uso da linha de comando?

Por enquanto, apenas ideias

Como dito anteriormente, são meras idéias. Nada foi confirmado ou planejado, e a “próxima etapa” para a Canonical é produzir melhores modelos e wireframes para explorará-las.

Fonte

Claylson
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

CUIDADO! Comandos fatais do Linux

Previous article

Goosh: Google Shell, um buscador que funciona como um Shell Unix

Next article

You may also like

More in Notícias