Notícias

13/01/2022 às 13:00

10 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Check Point Software aponta 50% de aumento dos ciberataques no mundo em 2021

Para começar o novo ano, a empresa compartilha as estatísticas globais de aumento de ataques cibernéticos observados por região, país e setor, os quais atingiram um pico em dezembro devido às explorações Apache Log4J; os ciberataques a organizações do Brasil aumentaram 77% em 2021.

Check Point Software aponta 50% de aumento dos ciberataques no mundo em 2021

O número de ciberataques cresceu pelo menos 50% em todo o planeta no ano de 2021. É o que aponta um levantamento da Check Point Research (CPR), divisão de Inteligência em Ameaças da Check Point® Software Technologies Ltd. Assim, a CPR divulga as estatísticas* globais resultantes de um levantamento sobre os aumentos nos ataques cibernéticos a organizações em 2021 por região, país e setor. No geral, em 2021, a CPR observou 50% mais ciberataques por semana em redes corporativas em comparação com 2020. A tendência de aumento dos ataques cibernéticos atingiu um ponto mais alto no final de 2021 após as descobertas de explorações do Apache Log4J, chegando a 925 ciberataques semanais por organização, globalmente.


Check Point Software aponta 50% de aumento dos ciberataques no mundo em 2021

Em 2021, Educação/Pesquisa foi o setor que registrou o maior volume de ataques, com uma média de 1.605 ataques por organização a cada semana. Isso foi um aumento de 75% em relação a 2020. Em segundo lugar está o setor de Governo/Militar que teve 1.136 ataques por semana (aumento de 47%) e a indústria das comunicações, a qual teve 1.079 ataques semanais por organização (aumento de 51%).

Check Point Software aponta 50% de aumento dos ciberataques no mundo em 2021. Assim, os setores mais visados em todo o mundo por cibercriminosos em 2021 foram:

1. Educação/Pesquisa (1.605, + 75%)

2. Governo/Militar (1.136, + 47%)

3. Comunicações (1.079, + 51%)

4. ISP/MSP (1.068, +67%)

5. Saúde (830, +71%).

Check Point Software aponta 50% de aumento dos ciberataques no mundo em 2021
Check Point Software aponta 50% de aumento dos ciberataques no mundo em 2021

Em relação às regiões geográficas, a África registrou o maior volume de ataques em 2021, com uma média de 1.582 ataques semanais por organização. Isso representa um aumento de 13% a partir de 2020. Em seguida estão a região Ásia-Pacífico, cuja média foi de 1.353 ataques semanais por organização (aumento de 25%); a América Latina, com 1.118 ataques semanais (aumento de 38%); a Europa, com 670 ataques semanais (aumento de 68%); e América do Norte, com uma média de 503 ataques semanais por organização (aumento de 61%).

Assim, o crescimento de ataques nas regiões na comparação 2020-2021 foi:

1. África (+ 13%)

2. Ásia-Pacífico (+ 25%)

3. América Latina (+ 38%)

4. Europa (+ 68%)

5. América do Norte (+ 61%).

Check Point Software aponta 50% de aumento dos ciberataques no mundo em 2021

BRASIL: altamente impactado em 2021

As estatísticas sobre o Brasil, levantadas pela divisão Check Point Research, apontam que em média 1.046 organizações foram atacadas, um aumento de 77% comparando os períodos de 2020 a 2021.

A seguir a lista com ataques por organização nos respectivos setores no Brasil em 2021:

1° Varejo/Atacado: 2.158 organizações, 238%

2° Saúde: 1.685, 64%

3° Governo/Militar: 1.495, 55%

4° Comunicações: 1.351, 357%

5° Lazer/Hotelaria: 1.235, 220%

6° Transporte: 833, 152%

7° Finanças/Bancos: 696, 65%

8° Manufatura: 608, 247%

9° Educação/Pesquisa: 428, 18%

10° Utilities: 382, 201%

Os cibercriminosos continuam inovando. No ano passado, vimos 50% mais ciberataques por semana em redes corporativas em todo o mundo em comparação com 2020, o que é um aumento significativo. Também observamos que o número de ataques cibernéticos atingiu o pico no final do ano, em grande parte devido às tentativas de exploração da vulnerabilidade do Apache Log4J. Novas técnicas de penetração e novos métodos de evasão tornaram muito mais fácil para os hackers executar intenções maliciosas, ressalta Omer Dembinsky, gerente de Pesquisa de Dados da Check Point Software Technologies.

Dembinsky reforça ainda a questão dos setores mais visados.

O que é mais alarmante é que estamos assistindo alguns setores sociais essenciais entrarem na lista como sendo os mais atacados. Os setores de educação, governo e saúde estão listados como os mais atacados no mundo. Espero que esses números aumentem em 2022, à medida que os cibercriminosos continuarão a inovar e encontrar novos métodos para executar ataques cibernéticos, especialmente o ransomware. Estamos em uma pandemia cibernética e, por isso, recomendo fortemente às organizações adquirirem as habilidades em relação à cibersegurança. Medidas simples como atualizações (patching), segmentação de suas redes e treinamento de funcionários podem ajudar muito a tornar o mundo mais seguro.

Segue o check list das principais orientações de segurança às organizações:

• Prevenção, não detecção

• Proteger tudo

• Atualizar frequentemente

• Segmentar as redes

• Educar/treinar os funcionários

• Implementar tecnologias de segurança avançadas

Check Point Software aponta 50% de aumento dos ciberataques no mundo em 2021

*As estatísticas e os dados usados neste levantamento apresentam dados detectados pelas tecnologias de prevenção de ameaças da Check Point Software, armazenados e analisados no ThreatCloud. O Check Point ThreatCloud fornece inteligência contra ameaças em tempo real derivada de centenas de milhões de sensores em todo o mundo, em redes, endpoints e smartphones. O ThreatCloud é na verdade o cérebro por trás do poder de prevenção de ameaças da Check Point Software, combina inteligência de ameaças de big data com tecnologias avançadas de IA para fornecer prevenção precisa para todos os clientes da Check Point Software.

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Mais lidas

Últimos posts

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
×