in

China envergonha publicamente os usuários de pijamas usando reconhecimento facial

Felizmente, as autoridades mais tarde removeram o post das redes sociais devido à reação pública.

China envergonha publicamente os usuários de pijamas usando reconhecimento facial
Imagem: Reprodução | Fossbytes.

Uma cidade chinesa decidiu envergonhar as pessoas que usam pijamas em público. O que é realmente chocante é que o departamento de gerenciamento de Suzhou (China) usou o reconhecimento facial para identificar sete dessas pessoas. A gerência então envergonhou essas pessoas nas mídias sociais por esse “comportamento não civilizado”.

China e o reconhecimento facial

Vestir pijamas em público é bastante normal para as pessoas na China. No entanto, a cidade de Suzhou apenas tolera as pessoas que seguem essa tendência. É por isso que as autoridades publicaram o local onde essas pessoas foram flagradas de pijama, além de fotos, nomes e números de identificação.

O post incluía fotos de homens e mulheres de pijama em público. De acordo com o New York Times, uma dessas fotos mostrava a sra. Dong vestindo “uma túnica cor-de-rosa, calça combinando e sapatilhas laranja pontudas”. Felizmente, as autoridades mais tarde removeram o post das redes sociais devido à reação pública.

Em resposta à reação, as autoridades disseram que os moradores foram proibidos de entrar em uma cidade “civilizada” de pijama. Mais tarde, as autoridades da cidade “pediram sinceras desculpas” quando as pessoas responderam a essa violação de privacidade com raiva.

Esse “pedido de desculpas” não significa que as autoridades não publicarão fotos de pessoas que adotam qualquer “comportamento não civilizado”. No futuro, elas apenas desfocarão as fotos antes de publicá-las nas mídias sociais.

As autoridades disseram:

Queríamos acabar com o comportamento não civilizado, mas é claro que deveríamos proteger a privacidade dos moradores.

China envergonha publicamente os usuários de pijamas usando reconhecimento facial
Um total de 170 milhões de câmeras de vigilância estão espalhadas por toda a China, e os números ultrapassarão 500 milhões até o final de 2020. Crédito: Newzoo.

Segundo a BBC, um total de 170 milhões de câmeras de vigilância estão espalhadas por toda a China, e os números ultrapassarão 500 milhões até o final de 2020. Além disso, a maioria dessas câmeras está ligada a algum tipo de tecnologia de reconhecimento facial para que possam identificar rapidamente as pessoas nas ruas.

Portanto, é estranho e assustador o quão injustamente as autoridades chinesas estão usando a tecnologia de reconhecimento facial.

Fonte: Fossbytes

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Conheça o OneSearch: Um motor de pesquisa que promete rivalizar com o DuckDuckGo

Conheça o OneSearch: um motor de pesquisa que promete rivalizar com o DuckDuckGo

Índia forçará WhatsApp e Facebook a rastrear criadores de conteúdo inadequado

Índia forçará WhatsApp e Facebook a rastrear criadores de conteúdo inadequado