in

Cientistas quebraram a maior chave de criptografia após 35 milhões de horas de computação

A chave RSA possui 795 bits e 240 dígitos decimais.

Anonymous exige justiça para George Floyd e ameaça ataques
O grupo hacktivista Anonymous exige justiça para George Floyd e ameaça "expor os muitos crimes" da polícia de Minneapolis. Crédito: Depositphotos.

Cientistas franceses estabeleceram um recorde mundial. Eles quebraram o algoritmo de criptografia mais complexo até o momento. A chave de criptografia, nesse caso, tinha 240 caracteres, o que significa 8 caracteres a mais que o registro anterior. A RSA-240, a chave de criptografia quebrada para alcançar esse feito tem um tamanho de 795 bits e 240 dígitos decimais.

Cientistas quebraram a maior chave de criptografia

Para estabelecer o recorde e quebrar a chave RSA, os pesquisadores usaram uma rede de computadores que forneciam 35 milhões de horas (aproximadamente 4.000 anos) de computação. No entanto, isso não significa que as chaves de criptografia normalmente usadas para proteger nossos bate-papos e mensagens estejam em perigo. A criptografia que os cientistas quebraram é muito, muito mais fraca que as chaves de criptografia usadas na proteção de dados.

Cientistas quebraram a maior chave de criptografia após 35 milhões de horas de computação
O fato de que cientistas quebraram a maior chave de criptografia não representa nenhuma ameaça à criptografia usada na segurança do mundo real.

O que torna difícil decifrar uma chave RSA com 240 caracteres é o fato de que criptografar uma informação usando o algoritmo RSA envolve gerar uma chave multiplicando dois números primos.

Os cientistas executaram cálculos em uma rede de computadores localizada na França, Alemanha e EUA. Computar esse algoritmo distinto era uma tarefa demorada, pois levava 27 milhões de horas de processamento. Por outro lado, o cracking do RSA-240 levava 8 milhões de horas de processamento.

Depois de estabelecer o recorde, um dos pesquisadores disse:

Fomos mais rápidos que o recorde anterior, embora calculássemos algo maior.

Por fim, o fato de que cientistas quebraram a maior chave de criptografia não representa nenhuma ameaça à criptografia usada na segurança do mundo real, pois as chaves RSA usadas para ele são tão grandes quanto 2048 bits.

A criptografia é uma ferramenta essencial de segurança e, com o crescente poder computacional, os cientistas precisam estar atentos para garantir que as chaves de criptografia usadas no dia a dia permaneçam inalteráveis.

Fonte: Foss Bytes

Leia também:

Trump quer banir a criptografia de ponta a ponta

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.