in

Como instalar o Linux Kernel 5.3 no Ubuntu, Debian, Fedora, Linux Mint e derivados!

O Linux Kernel 5.3 foi oficialmente lançamento, e chegou a hora de atualizar!

Como instalar o Linux Kernel 5.3 no Ubuntu, Debian, Fedora, Linux Mint, openSUSE, e em qualquer distro Linux!

Como anunciamos ontem, o Linux Kernel 5.3 foi lançado e com muitas novidades. Dentre as novidades da mais recente versão do Linux, podemos destacar o suporte para AMD Navi e Intel Speed Select, que já estava sendo aguardado. Mas, hoje saiba como instalar o Linux Kernel 5.3 no Ubuntu, Debian, Fedora, Linux Mint, CentOS e em qualquer distribuição Linux.

Nós do SempreUpdate apenas orientamos a instalação. Como vamos baixar o código e depois gerar os arquivos .deb, isso demora um pouco, então seja paciente! Vale lembrar que não somos responsáveis por possíveis erros que possam ocorrer, o Linux Kernel é distribuído pelo kernel.org e nós utilizaremos tão somente o código disponibilizado pela equipe do Linus Torvalds!

Nota: Se você possui uma distribuição rolling release é bem provável que o Linux Kernel 5.3 já esteja disponível no repositório oficial de sua distribuição, bastando apenas atualizar o sistema. Caso você tenha interesse, confira o artigo que escrevemos sobre as principais novidades do Linux Kernel 5.3.

Instalando o Linux Kernel 5.3 no Ubuntu, Debian, Linux Mint, Fedora, CentOS, RHEL e derivados

Para instalar o Linux Kernel 5.3 vamos precisar do Terminal. Agora, abra o Terminal em sua distribuição, se estiver usando Ubuntu ou derivados, execute o atalho no teclado Ctrl + ALT + T, em seguida cole os comandos abaixo com o sudo. Se estiver usando o Debian, lembre-se de utilizar o Root, caso não tenha o sudo habilitado.

Para Debian, Ubuntu e derivados:

sudo apt-get install libncurses-dev build-essential libssl-dev grub2 bc linux-headers-`uname -r` bison dkms flex gcc cpp g++ libncurses5-dev make

Baixando o Linux Kernel 5.3 e realização extração

Agora, vamos entrar no diretório temporário, é nele que vamos baixar o arquivos que vamos utilizar:

cd ~/Downloads

Vamos fazer o download do pacote do Linux Kernel 5.3:

wget -c https://cdn.kernel.org/pub/linux/kernel/v5.x/linux-5.3.tar.xz

Agora, prosseguindo, vamos extrair o conteúdo do código fonte do Linux Kernel 5.3:

xz -v -d linux-5.3.tar.xz

Depois:

tar xvf linux-5.3.tar

Configurando os módulos e recursos do Linux Kernel 5.3

Essa etapa é muito importante, no entanto, quem for principiante no Linux pode ter alguma dificuldade nesta etapa, mas vamos em frente. Vamos copiar o nosso arquivo de configuração já existente:

cd linux-5.3
sudo cp /boot/config-$(uname -r) .config

Feito! Agora que já temos tudo copiado, a possibilidade de qualquer erro é menor. Vamos então executar o comando make config.

Vamos ao processo de configuração do Linux Kernel 5.3 com base nas configurações atuais:

sudo make menuconfig

Nesta tela, clique em “Save” e depois em “exit”. Caso tenha conhecimento sobre o assunto, você pode nesta tela ajustar o Linux Kernel da forma que desejar, do contrário, deixe que as configurações que salvamos anteriormente sejam mantidas.

Como compilar e instalar o Linux Kernel 5.3

Agora, vamos para o processo de compilação e instalação do Linux Kernel 5.3, perceba que em alguns momento, você deve prestar atenção no seu sistema, pois há comandos para Ubuntu, Debian, Linux Mint e outros comandos para Fedora, CentOS e Red Hat, fique atento:

Para compilar:

make -j $(nproc)

Instalar os módulos do Linux Kernel 5.3:

sudo make modules_install

Por fim, o comando para instalação do Linux Kernel 5.3:

sudo make install

Agora, atualizei o grub de acordo com a sua distribuição!

Para Ubuntu, Debian, Linux Mint e derivados

Para concluir a instalação do Linux Kernel 5.3 no Ubuntu, Debian, Linux Mint e suas variações, execute o comando abaixo:

sudo update-initramfs -c -k 5.3
sudo update-grub

Para Fedora, CentOS, RHEL, Oracle

Para concluir a instalação do Linux Kernel 5.3 no Fedora, CentOS, RHEL, Oracle e suas variações, execute o comando abaixo:

sudo grub2-mkconfig -o /boot/grub2/grub.cfg
sudo grubby --set-default /boot/vmlinuz-5.3

Reinicie o sistema para aplicar as alterações

Pronto! Neste artigo vimos como instalar o Linux Kernel 5.3 no Ubuntu, Debian, Linux Mint, Fedora, CentOS, RHEL e derivados. Agora, para que a atualização entre em vigor, é necessário reiniciar o sistema, você pode fazer via terminal ou se preferir utilizar o seu ambiente gráfico:

Para reiniciar via Terminal, execute:

sudo reboot

Após a reinicialização consulte as informações do sistema, ela deve ser algo parecido com as saídas abaixo:

uname -a

Pronto! Tudo foi instalado como deveria! Espero ter ajudado! E lembre-se de instalar nos drivers mais recentes para Nvidia ou AMD. Caso você esteja utilizando hardwares que precisam somente dos drives Intel, você não precisa fazer mais nada, apenas reinicie o computador e o Linux Kernel 5.3 já está pronto para uso!

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

KDE começa outubro com melhorias no Dolphin

Kate está disponível na Microsoft Store

Conheça o driver alternativo do sistema de arquivos exFAT Linux baseado no sdFAT da Samsung

Conheça o driver alternativo do sistema de arquivos exFAT Linux baseado no sdFAT da Samsung