in

Como instalar o Standard Notes no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE! Anotações criptografadas para todos os seus dispositivos!

Standard Notes é um aplicativo de notas simples e privado! Anotações criptografadas para todos os seus dispositivos.

Standard Notes é um aplicativo de notas simples e privado. Ele sincroniza suas notas com segurança em todos os seus dispositivos, incluindo seus dispositivos Android, Windows, iOS, Linux e Web. Saiba como instalar o Standard Notes no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE! Anotações criptografadas para todos os seus dispositivos.

Privado significa que suas notas são criptografadas de ponta a ponta, portanto, apenas você pode ler suas notas. Mesmo não podemos ler o conteúdo de suas notas.

Simples significa que faz um trabalho bem feito. O Standard Notes é um local seguro e duradouro para o trabalho de sua vida. O foco é facilitar escrever notas onde quer que você esteja e sincronizá-las com criptografia para todos os seus dispositivos.

como-instalar-o-standard-notes-no-ubuntu-linux-mint-fedora-debian-centos-e-opensuse-2

Nossos usuários nos amam por:

  • Notas Pessoais
  • Tarefas e todos
  • Senhas e chaves
  • Código e procedimentos técnicos
  • Jornal Privado
  • Notas da reunião
  • Scratchpad multiplataforma
  • Livros, receitas e filmes
  • Registro de saúde e condicionamento físico

As notas padrão são fornecidas gratuitamente com:

  • Sincronização perfeita em todos os seus dispositivos, com aplicativos fáceis de usar no Android, Windows, Linux, iPhone, iPad, Mac e navegadores da web.
  • Acesso offline, para que você possa acessar suas notas baixadas, mesmo sem uma conexão.
  • Sem limite de número de dispositivos.
  • Sem limite de número de notas.
  • Proteção de bloqueio por senha.
  • Um sistema de marcação para organizar suas notas (como #work, #ideas, #passwords, #crypto).
  • A capacidade de fixar, bloquear, proteger e mover notas para a lixeira, o que permite recuperar as notas excluídas até que a lixeira seja esvaziada.

O Standard Notes é totalmente de código aberto, o que significa que quando dizem que suas notas estão criptografadas com criptografia AES-256 e que somente você pode ler suas notas. Se estiver desconfigado, analise o código está aberto ele está disponível ao mundo para auditoria.

Tornamos as notas padrão simples porque a longevidade é importante para nós. Queremos ter certeza de que estamos aqui, protegendo suas anotações, pelos próximos cem anos. Você não deveria ter que encontrar um novo aplicativo de notas a cada ano.

Para sustentar o desenvolvimento, é ofertado um programa opcional pago chamado Standard Notes Extended. Extended dá acesso a ferramentas poderosas, incluindo:

  • Editores de produtividade (como Markdown, Code, Spreadsheets)
  • Belos temas (como meia-noite, foco, escuro solarizado)
  • Ferramentas poderosas na nuvem, incluindo backups diários de seus dados criptografados, entregues em sua caixa de entrada de e-mail todos os dias ou com backup em seu provedor de nuvem (como Dropbox e Google Drive).

como-instalar-o-standard-notes-no-ubuntu-linux-mint-fedora-debian-centos-e-opensuse-2

Instalando o Standard Notes no Ubuntu e derivados!

Para instalar o Standard Notes no Ubuntu 20.04, Ubuntu 19.04, Ubuntu 18.04, Ubuntu 18.10, Ubuntu 16.04 ou superior. Inclusive você também pode instalar o Standard Notes no Linux Mint sem nenhum problema execute o comando abaixo:

sudo snap install standard-notes

Instalando o Standard Notes no Fedora e derivados!

Para instalar o Standard Notes no Fedora, execute os comandos abaixo. Lembrando que caso você já tenha o suporte ao Snap habilitado no Fedora, pule para o passo 3, o de instalação do pacote:

Passo 1 – Instalar o Snapd:

sudo dnf install snapd

Após executar o comando acima, lembre-se encerrar a sessão ou reiniciar o computador! Em seguida, vamos criar um link simbólico para ativar o suporte ao Snap clássico:

Passo 2 – Criar link simbólico:

sudo ln -s /var/lib/snapd/snap /snap

E agora, vamos executar o comando para instalar o Standard Notes no Fedora ou derivados:

Passo 3 – Instalar o pacote de software:

sudo snap install standard-notes

Instalando o Standard Notes no Debian e derivados!

Para instalar o Standard Notes no Debian, execute os comandos abaixo. Caso você já tenha  Snap ativado e habilitado no seu Debian, pule para o passo 2, que seria da instalação:

Passo 1 – Atualizar os repositório e instalar o Snapd:

apt update
apt install snapd

E agora, vamos executar o comando para instalar o Standard Notes no Debian ou derivados. Observe que o comando abaixo está com o sudo, caso você não o tenha habilitado, remova o sudo e instalar usando o ROOT mesmo:

Passo 2 – Instalação do Software:

sudo snap install standard-notes

Instalando o Standard Notes no CentOS e derivados!

Para instalar o Standard Notes no CentOS, execute os comandos abaixo. Vamos utilizar o repositório EPEL. Caso você já tenha o repositório adicionado pule para o passo 2.

Nota:Vale lembrar que uma vez que você adicione o  repositório e habilite o suporte ao Snap no CentOS, você não precisará mais fazer isso sempre que for instalar um pacote Snap.

Passo 1 – Adicionar o repositório de software EPEL ao CentOS:

sudo yum install epel-release

Passo 2 – Instalar o pacote responsável pela compatibilidade com pacotes Snap. Caso você já tenha o suporte habilitado no CentOS para o Snap, pule para o passo 5, o de instalação do Software:

sudo yum install snapd

Passo 3 – Habilitar o serviço no sistema:

sudo systemctl enable --now snapd.socket

Passo 4 – Ativar o suporte ao Snap clássico vamos criar um link simbólico:

sudo ln -s /var/lib/snapd/snap /snap

Passo 5 – Agora, vamos executar o comando para instalar o Standard Notes no CentOS ou derivados:

sudo snap install standard-notes

Instalando o Standard Notes no openSUSE e derivados!

Para instalar o Standard Notes no openSUSE, execute os comandos abaixo. Vamos utilizar um repositório. Caso você já tenha o suporte ao Snap instalado e habilitado no openSUSE, pule para o passo 5:

Passo 1 – Adicionar repositório:

Para openSUSE 15.0:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_15.0 snappy

Para openSUSE 15.1:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_15.1 snappy

Para openSUSE 42.3:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_42.3 snappy

Para openSUSE Tumbleweed:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_15.0 snappy

Nota: Caso você esteja utilizando uma versão diferente das propostas no momento da escrita deste artigo, basta trocar o final do link pela versão correspondente!

Passo 2 – Agora, vamos importar a chave do repositório e em seguida atualizar a nossa fonte de softwares:

sudo zypper --gpg-auto-import-keys refresh
sudo zypper dup --from snappy

Passo 3 – Vamos instalar o Snapd, e em seguida você precisa reiniciar a máquina para poder continuar:

sudo zypper install snapd

Passo 4 – Agora que você reiniciou a sua máquina, vamos habilitar e iniciar o serviço do Snap, a partir de agora, sempre que você precisar instalar um pacote Snap, basta ir direto para o comando de instalação:

sudo systemctl enable snapd
sudo systemctl start snapd

Caso você esteja usando a versão Tumbleweed, execute o comando abaixo:

sudo systemctl enable snapd.apparmor
sudo systemctl start snapd.apparmor

Passo 5 – E por fim, execute o comando de instalação do Standard Notes:

sudo snap install standard-notes

É isso, esperamos ter ajudado você a instalar o Standard Notes no Linux!

Como instalar o Todoist: To-Do List & Tasks no Linux! O melhor aplicativo de lista de tarefas!

Como instalar o Google Cloud SDK no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE!

Como instalar o MicroK8s no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE! Um simples e puro Kubernetes de produção para clusters, laptops, IoT e Edge, em Intel e ARM

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.