Tutoriais

11/01/2022 às 20:00

8 min leitura

Avatar Autor
Por Redação SempreUpdate

Como mostrar a branch do Git no Bash no Linux!

Exiba a branch do Git no Bash. A dica funciona em qualquer distribuição Linux!

Como mostrar a branch do Git no Bash no Linux!

Se você é um usuário do Bash, pode aproveitar alguns recursos dele para tornar sua experiência com o Git muito mais amigável. Neste caso, como mostrar a branch do Git que você está trabalhando. Assim, saiba como você pode exibir o branch do Git no Bash do Linux.


Editando o arquivo .bashrc

Primeiro, vamos abrir o arquivo .bashrc. Na sintaxe do comando que vou usar, estou utilizando o editor vim. No entanto, você utilizar o editor de texto que você quiser. Além disso, você também pode aprender mais sobre o Vim/Vi em um artigo onde mostramos como editar e salvar textos no vi/vim no Linux.

Terminal
vim .bashrc

Procure pela variável PS1 e coloque antes do \$ isso:

Terminal
__git_ps1 " (%s)"

Deve ficar assim sua PS1:

Como mostrar a branch do Git no Bash

Agora vamos entender o que acabamos de fazer. O __git_ps1 “(% s)” chama uma função fornecida pelo git-prompt.sh com um argumento de formatação o (%s). Feito isso, vamos salvar o nosso arquivo e recarregar o .bashrc:

Terminal
source .bashrc

Testando as alterações

Pronto, agora entre em algum diretório que você tenha um projeto versionado com o Git que o Bash vai mostrar a branch que você está.

Como mostrar a branch do Git no Bash

Caso, apareça essa mensagem:

Saída do Terminal
bash: __git_ps1: comando não encontrado

Você tem que carregar essa função que está no /usr/lib/git-core/git-sh-prompt. Para isso, você tem que acrescentar no começo do seu .bashrc esse comando:

Terminal
source /usr/lib/git-core/git-sh-prompt

Feito isso, recarregue novamente o .bashrc:

Terminal
source .bashrc

Se você estiver usando o Fedora o arquivo que você tem que acrescentar no seu .bashrc é esse:

Terminal
source /usr/share/git-core/contrib/completion/git-prompt.sh

Eu testei essas alterações no Debian, Ubuntu, Fedora e deu tudo certo. Nas outras distribuições não tive como testar. Caso você queira deixar o seu Bash igual ao meu, é assim que está a minha PS1:

Terminal
PS1='${debian_chroot:+($debian_chroot)}[\033[36m]\u[\033[37m]@[\033[33m]\h:[\033[32m]\w[\033[31;1m]$(__git_ps1 "(%s)")[\033[00m]\$ '

Por fim, caso você queira otimizar ainda mais o bash, temos um artigo com alguns aliases importantes.

Os artigos vinculados à este usuário são de terceiros. A informação aqui contida não foi elaborada originalmente por nós do SempreUpdate. Mas, publicamos conforme solicitação, envio ou recomendações do próprio autor, assessoria e outros departamentos comerciais ou não comerciais.

Mais lidas

Últimos posts

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.