in

Configurando aplicações Qt no ambiente GTK

Algumas aplicações da sua distribuição Linux não se adequaram aos temas GTK e isso é bem chato, mas tem solução.

Mir 1.4 é lançado com correção para GTK3

A maioria dos usuários GNU/Linux estão mais familiarizados com ambientes GTK como o Cinnamon, GNOME, LXDE, MATE ou XFCE… e muitos gostam de personalizar os temas e ícones do seu sistema, baixar filmes e seriados com o qBittorrent e assisti-los com o VLC Media Player, por exemplo. Mas olhando atentamente o visual não está bacana, há algo estranho… aplicações Qt misturadas com o ambiente GTK.

Isso acontece porque o ambiente gráfico da sua distribuição é diferente do ambiente onde o aplicativo foi desenvolvido. E como resultado, temos um sistema híbrido.

Veja uma comparação entre os dois aplicativos que citei acima (sem ajustes) no ambiente MATE e com um tema dark:

Configurando aplicações Qt no ambiente GTK
qBittorrent, VLC e Gerenciador de Arquivos

Perceba que as aplicações Qt não se ajustaram ao ambiente GTK. Ou seja, está esquisito.

Para ajustar a aparência da aplicação Qt é preciso instalar o Qt5 Configuration Utility e o Qt5 Extra Widget Styles, adicionar as variáveis de ambiente, reiniciar o computador e depois configurar os pacotes que foram instalados.

Instalando os pacotes necessários

Procure por “qt5ct” e “qt5-style-plugins” na loja de aplicativos da sua distribuição Linux:

Loja de aplicativos do GNOME

Caso queira ou se você não os encontrou na loja, instale os pacotes pelo Terminal, com os seguintes comandos:

sudo apt install qt5ct qt5-style-plugins

Adicionando as variáveis de ambiente

Adicione as variáveis de ambiente no arquivo “/etc/environment”, abrindo seu editor de texto como super-usuário pelo Terminal:

sudo seu_editor_de_texto /etc/environment

Copie e cole as variáveis no seu editor de texto:

export QT_QPA_PLATFORMTHEME=qt5ct
export QT_AUTO_SCREEN_SCALE_FACTOR=0

Na imagem abaixo, utilizei o editor Pluma. No entanto, você deverá utilizar o editor de texto da sua distribuição.

Terminal e Editor de Texto Pluma

Depois disso, salve e reinicie o sistema.

Configurando o Qt5 Settings

Procure por “Qt5 Settings” no seu menu de aplicativos. Caso não encontre, rode-o no Terminal:

qt5ct

Selecione “gtk2” na opção “Style” e em “Palette” mantenha “Default” marcado.

Configurando aplicações Qt no ambiente GTK
Qt5 Configuration Tool [Appearance]

Na aba “Fonts“, recomendo que você selecione as fontes padrões da sua distro, assim as aplicações abrirão com o mesmo visual.

Qt5 Configuration Tool [Fonts]

E por último, vamos configurar os ícones na aba “Icon Theme“, selecionando os ícones padrões do seu ambiente GTK. Da mesma forma, sempre seguindo os padrões do sistema.

Qt5 Configuration Tool [Icon Theme]

Clique em “Apply” e depois em “OK“.

Feito isso, as aplicações Qt irão utilizar o seu tema GTK. Vamos conferir o resultado dos ajustes:

Configurando aplicações Qt no ambiente GTK
Gerenciador de Arquivos, VLC e qBittorrent

Pronto!

Certamente, suas aplicações Qt estão totalmente harmoniosas em relação ao ambiente GTK da distribuição Linux.

Se quiser saber mais sobre as diferenças entre GTK e Qt nos ambientes Linux, temos uma matéria explicativa, confira aqui.

Written by Fabiano Rodrigues

Usuário de Linux desde o Kurumin 7; servidor público, tecnólogo em análise e desenvolvimento de sistemas, amante de software livre e de código aberto; apaixonado por jogos, louco por rock e heavy metal, filmes e seriados.

Quais as chances de sua empresa estar vulnerável a um ataque de DNS?

Quais as chances de sua empresa estar vulnerável a um ataque de DNS?

Conheça o Fedora Astronomy

Conheça o Fedora Astronomy