in

Confira o lançamento do Transmission 3.0

O cliente BitTorrent de código aberto vem com muitas melhorias.

Confira o lançamento do Transmission 3.0

Foram mais de dois anos de trabalhos intensos, porém, finalmente, o cliente BitTorrent de código aberto e de plataforma cruzada Transmission 3.0 foi lançado. E além da numeração que indica a mudança de série, ele chega com muitos novos recursos e melhorias.

O Transmission 3.0 vem mais de dois anos após a versão 2.94, que provavelmente muitos de vocês estão usando atualmente em seus computadores pessoais para baixar arquivos torrent da Internet.

Confira o lançamento do Transmission 3.0

Confira o lançamento do Transmission 3.0

Como você pode esperar, esta é uma grande atualização que traz novos recursos para o Transmission, junto com correções de bugs e outros aprimoramentos para tornar seu torrent mais agradável.

O cliente GTK + recebeu atalhos de teclado para fila para cima e para baixo, um arquivo .desktop moderno, arquivo AppData, uma variante simbólica de ícone da barra superior do desktop GNOME e o tema Alto Contraste, suporte gettext para traduções de idiomas e uma nova tradução para o português (Portugal)

Por outro lado, o cliente Qt agora suporta o Qt 5.2 e fica muito melhor nos monitores HiDPI/4K. Novas traduções para africâner, catalão, dinamarquês, grego, norueguês e esloveno também foram adicionadas, juntamente com a capacidade de exibir dicas de ferramentas nas propriedades do torrent quando o nome do torrent não é adequado.

A capacidade de classificar torrents por progresso quando houver transferências foi corrigida no cliente Qt, bem como a capacidade de lixeira do arquivo .torrent após a adição. Além disso, o uso de memória drenado pelas propriedades do torrent (árvore de arquivos) foi reduzido nesta versão.

Todos podem ter

Para todas as plataformas suportadas (Linux, macOS e Windows), o Transmission 3.0 oferece a capacidade de permitir que o servidor RPC use endereços IPv6, reimplementação de hash como nome base para arquivos de resumo e torrent, além de suporte aprimorado para ataques de força bruta para o servidor da Web incorporado.

Ele também adiciona:

  • suporte a Peer ID para clientes de torrent Baidu Netdisk, Free Download Manager, Folx, PicoTorrent e Xfplay;
  • suporte TCP_FASTOPEN, melhor tratamento de ToS em conexões IPv6;
  • o suporte a listas de bloqueio notificadas por CIDR;
  • e limites de multiscrape adaptáveis.

Além disso, o Transmission 3.0 vem com a capacidade de alterar o local do torrent, mesmo sem a necessidade de mover os dados, além de oferecer suporte a cotas para o uClibc-ng 1.0.18 ou posterior e o sistema operacional DragonFly BSD.

Para melhorar a segurança geral do cliente, agora há suporte interno para os protocolos Mbed TLS (formalmente PolarSSL), wolfSSL (formalmente CyaSSL) e LibreSSL SSL/TLS. Além disso, O Transmission agora suporta o OpenSSL 1.1.0 e versões posteriores.

Entre outras mudanças dignas de nota, agora há suporte para lidar com endereços IPv6 RPC na transmissão remota, uma nova opção --unsorted para o comando broadcast-show.

A interface da Web recebeu:

  • atalhos de teclado;
  • a capacidade de exibir um botão de upload de arquivo para dispositivos móveis;
  • e a capacidade de exibir o ETA do torrent em modo compacto em dispositivos não móveis.

Além disso, o preenchimento automático do campo de URL de torrent foi desativado.

Você pode baixar o Transmission 3.00 agora mesmo no site oficial. No entanto, apenas o código fonte é fornecido lá. Por isso, o melhor é instalá-lo a partir dos repositórios de software estáveis da sua distribuição GNU/Linux favorita.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.