in

Conheça a Inteligência Artificial que pode reunir famílias após um terremoto

A ferramenta calcula a rota mais segura para seguir após um terremoto.

China testa inteligência artificial que prevê terremotos melhor do que humanos
Imagem: Reprodução | The Next Web.

Um novo protótipo de Inteligência Artificial pode transformar a maneira como as consequências de um terremoto são gerenciadas, prevendo as rotas mais seguras que as famílias podem seguir para encontrar seus entes queridos.

A ideia surgiu pela primeira vez no ImpactHub Istanbul, um centro de inovação social em uma cidade onde um futuro terremoto é quase inevitável.

Uma Inteligência Artificial para ajudar famílias após um terremoto

A última vez que um terremoto devastador atingiu a Turquia foi em 1999, a cerca de 150 a 200 quilômetros da capital. Registros oficiais estimam o número de mortos em 18.373 pessoas.

Os cientistas acreditam que o próximo será de magnitude semelhante. Porém, desta vez eles esperam que seja diretamente em Istambul, a casa de 15 milhões de pessoas. Portanto, a equipe do ImpactHub acredita que a Inteligência Artificial (IA) pode ajudar a reduzir seu impacto.

Identificando rotas seguras

Para desenvolver sua ideia em um protótipo funcional, o ImpactHub procurou o conselho de especialistas em machine learning na plataforma colaborativa Omdena AI.

A comunidade respondeu desenvolvendo uma solução que poderia prever e verificar rotas seguras que pais e filhos poderiam seguir para encontrar um ao outro após um terremoto e as áreas perigosas que eles deveriam evitar.

O cientista de dados Nguyen Tran explicou em um comunicado:

No ambiente urbano de Istambul, assumimos que a segurança se correlaciona com áreas com baixa densidade de edifícios e com estradas e ruas mais amplas.

Eles escolheram focar seu protótipo no distrito de Fatih, em Istambul.

Conheça a Inteligência Artificial que pode reunir famílias após um terremoto
A equipe do ImpactHub acredita que a IA pode ajudar a reduzir o impacto de terremotos.

A equipe usou modelos de segmentação de imagens para extrair dados sobre a largura das estradas e a densidade dos edifícios na área a partir de imagens de satélite da cidade. Dessa maneira, os resultados foram então representados em um mapa.

Por fim, eles integraram dados do Open Street Map para mapear os caminhos mais curtos e seguros entre dois locais diferentes.

Assim, dois meses depois de receber a declaração do problema, o grupo de colaboradores voluntários havia criado uma ferramenta que poderia ajudar a reunir entes queridos separados por terremotos. Além disso, o ImpactHub Istanbul agora tentará transformar o protótipo em um aplicativo implantável que cubra toda a capital turca antes do próximo terremoto.

Fonte: The Next Web

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Servidores Jenkins podem sofrer ataques DDoS

Servidores Jenkins podem sofrer ataques DDoS

Google cria novo sistema operacional chamado 'Pigweed'

Google cria novo sistema operacional chamado ‘Pigweed’