Danos de dados podem ser mais comuns em dispositivos Windows com CPUs mais atuais

Jardeson Márcio
3 minutos de leitura

Ter um dispositivo moderno, com a CPU mais recente nem sempre é uma boa coisa. Agora, por exemplo, a Microsoft alertou que os dispositivos Windows com os processadores suportados mais recentes são suscetíveis a “danos de dados” no Windows 11 e no Windows Server 2022.

Dispositivos Windows com CPUs mais recentes susceptíveis à danos de dados

A Microsoft disse que “Os dispositivos Windows que suportam o mais novo conjunto de instruções Vector Advanced Encryption Standard (AES) (VAES) podem ser suscetíveis a danos nos dados”. A empresa também revelou quais dispositivos podem ser afetados por isso.

Os dispositivos afetados por esse problema conhecido recém-reconhecido usam os modos de codificação de bloco AES-XTS (modo de livro de código aprimorado baseado em AES XEX com roubo de texto cifrado) ou AES-GCM (AES com modo Galois/Counter) no novo hardware.

O mais ruim de tudo isso é que, embora a Microsoft mencione os riscos de perda de dados nos sistemas afetados, a empresa não detalha o que os clientes devem esperar se forem atingidos por esse problema.

danos-de-dados-podem-ser-mais-comuns-em-dispositivos-windows-com-cpus-mais-atuais

Problema corrigido nas atualizações do Windows de maio e junho

A Microsoft diz que o problema foi resolvido para evitar mais danos aos dados nas versões de pré-visualização e segurança emitidas em 24 de maio e 14 de junho, respectivamente. No entanto, essas atualizações do Windows também vêm com um impacto no desempenho, pois as operações baseadas em AES podem ser duas vezes (2x) mais lentas após instalá-las em sistemas afetados que executam o Windows Server 2022 e o Windows 11 (versão original).

Os cenários afetados pelo impacto no desempenho podem incluir BitLocker, Transport Layer Security (TLS) e taxa de transferência de disco. “Adicionamos novos caminhos de código às versões Windows 11 (versão original) e Windows Server 2022 do SymCrypt para aproveitar as instruções VAES (AES vetorizado)”, disse a Microsoft ao descrever a causa do problema.

“SymCrypt é a principal biblioteca criptográfica do Windows. Essas instruções atuam em registros de Advanced Vector Extensions (AVX) para hardware com os mais novos processadores suportados.”

Alternativa para o impacto no desempenho

Os clientes com degradação de desempenho são aconselhados a instalar a atualização de visualização de 23 de junho (Windows 11, Windows Server 2022) ou a atualização de segurança de 12 de julho (Windows 11, Windows Server 2022) para sua versão do sistema operacional como solução alternativa.

A Microsoft diz que essas atualizações do Windows restaurarão as métricas de desempenho iniciais uma vez instaladas nos dispositivos afetados. “Se isso afetar você, recomendamos que você instale a versão de visualização de 24 de maio de 2022 ou a versão de segurança de 14 de junho de 2022, o mais rápido possível, para evitar mais danos”, acrescentou a Microsoft .

Share This Article
Follow:
Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.