in

Desenvolvimento do Kernel 5.2 teve semana tranquila

Apesar das expectativas, esta foi uma semana tranquila para o desenvolvimento do Kernel.

Linux Kernel 5.3 chegou ao fim da vida útil

Normalmente, para um terceiro candidato a lançamento semanal do ciclo do kernel Linux, ele tende a ser um pouco barulhento, com uma boa quantidade de regressões sendo percebidas e, finalmente, endereçadas. Porém, esse não foi o caso do Linux 5.2-rc3 que Linus Torvalds notou ser uma versão bastante calma. Portanto, podemos dizer que o desenvolvimento do Kernel 5.2 teve semana tranquila.

Torvalds explicou no anúncio 5.2-rc3 :

Nada se destaca particularmente. Sim, o trabalho continuado do SPDX meio que resulta em um constante ruído de fundo das limpezas de comentários de licença se você olhar o patch em si. Porém obviamente não tem impacto no código (fora de uma conversão com bugs que foi corrigida, mas causou uma falha de compilação). De qualquer forma, mesmo ignorando as mudanças SPDX, há apenas um monte de pequenas correções espalhadas no todo, e não algo que se parece particularmente assustador ou preocupante. Talvez na próxima semana seja diferente, mas talvez isso seja apenas uma versão calma e agradável. Isso seria adorável.

O que esperar do Kernel 5.2?

O Linux 5.2 está se moldando para ser um ótimo lançamento. Está com muitos recursos novos e aprimorados, está funcionando bem e até agora os candidatos a lançamento foram agradáveis.  Veja um resumo geral dos recursos do Linux 5.2 se não estiver ciente de todas as grandes coisas que podem ser encontradas neste próximo lançamento do kernel. Lembramos que ele deve estrear como estável por volta do início de julho.

kernel Linux dará adeus a um monte de código de rede ISDN

Desenvolvimento do Kernel 5.2 teve semana tranquila

O kernel Linux provavelmente terá o obsoleto código do subsistema/driver ISDN (Integrated Services Digital Network) removido. Isso se considerarmos que não existem muitas (ou algumas em alguns lugares) redes de dados públicas ISDN.

Em todo o mundo, a maioria das operadoras está abandonando a ISDN em favor de linhas VoIP sobre DSL ou similares para combinar voz e dados nas mesmas linhas. Com o ISDN não sendo popular há anos, além de algumas áreas de nicho, o código de kernel Linux associado caiu em desuso. Além disso, o kernel Linux forneceu três conjuntos ISDN diferentes. Porém duas opções estavam no ponto em que deveriam ser removidas.

Arnd Bergmann está propondo que as pilhas originais “isdn4linux” e ISDN CAPI sejam preteridas com o próximo ciclo do kernel. A pilha do mISDN é sobre todo o código ISDN visto nos últimos anos e é usado por alguns para configurações de PBX somente de voz, não em redes públicas. Para o código isdn4linux/CAPI, não há muito caso de uso com o mínimo de redes públicas suportadas.

Bergmann argumenta sobre a atração

Minha proposta para este tempo é matar o isdn4linux completamente, já que parece ter sido inutilizável por um bom tempo. Esse código foi abandonado por muitos anos e causa problemas para a manutenção em toda a árvore. O CAPI, por sua vez, não é tão obsoleto. Contudo, dois dos drivers (avm e hysdn) não parecem ser usados. Já outro (gigaset) deixará de ser mantido. Isto porque Paul Bolle não poderá mais testá-lo depois que a rede for fechada em setembro. Todos os três agora são movidos para os drivers/preparativos para que os outros falem caso haja usuários.