Notícias

14/01/2022 às 13:00

5 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Distribuição Ubuntu 22.04 LTS deve ficar com o Linux 5.15 por padrão

No entanto, é fácil fazer a atualização.

Distribuição Ubuntu 22.04 LTS deve ficar com o Linux 5.15 por padrão

Nem tudo será tão novo na distribuição Ubuntu 22.04 LTS que deve chegar em abril. Segundo os desenvolvedores, O Ubuntu 22.04 LTS deve ficar com o Linux 5.15 por padrão. Não seria uma má escolha, uma vez que o kernel Linux 5.15 também possui manutenção de longo prazo, ou seja, é LTS. Porém, é preciso estar atento que esta é uma versão considerada muito antiga do kernel, com mais de 6 meses de existência. Assim, alguns recursos mais modernos podem ficar de fora da distribuição.


Sendo assim, esta não é a melhor escolha para usuários com hardware mais recente em seus dispositivos. Para tentar contornar esse problemas, eles devem fazer uso do Ubuntu Mainline Kernel PPA e outras opções não padrão disponíveis para fazerem a atualização. Este assunto do kernel surgiu em uma outra discussão sobre os planos do Ubuntu 22.04 usar o GNOME 42 por padrão. O desenvolvedor da Canonical Sebastien Bacher disse que “o plano é usar 5.15 para o LTS, mas as variantes oem e hwe receberão 5.17 em algum momento“.

Assim, se isso se mantiver, o Linux 5.15 será implementado por padrão no Ubuntu 22.04 LTS. Então, somente em 2023 com o Ubuntu 22.04.2 LTS seria implementado o novo kernel de habilitação de hardware do Ubuntu 22.10. Os parceiros OEM do Ubuntu, como a Dell, também podem enviar um kernel mais recente para seus sistemas Linux pré-carregados.

Distribuição Ubuntu 22.04 LTS deve ficar com o Linux 5.15 por padrão

Distribuição Ubuntu 22.04 LTS deve ficar com o Linux 5.15 por padrão
Distribuição Ubuntu 22.04 LTS deve ficar com o Linux 5.15 por padrão

O Linux 5.15 faz sentido para o Ubuntu 22.04, pois ambos são lançamentos de Long-Term Support (LTS). O Linux 5.15 LTS chegou no final de outubro. O Linux 5.16 só saiu na semana passada. Já o Linux 5.17 deve ser lançado no final de março. Isso praticamente inviabiliza sua implementação na chegada da nova versão do Ubuntu. Porém, muita coisa deve ficar de fora com o uso do Linux 5.15.

O Linux 5.16 traz os gráficos Alder Lake S habilitados por padrão, a chamada do sistema FUTEX2 futex_waitv que será importante para os jogos Wine/Steam Play daqui para frente, otimizações I/O, suporte muito mais adequado à série móvel AMD Ryzen 6000, suporte Intel AMX que será importante para servidores Xeon Sapphire Rapids com a versão Ubuntu LTS e muitas outras adições e melhorias de suporte de hardware. (Da mesma forma, muito na mesa para Linux 5.17.)

Algumas das correções e adições de PCI ID podem ser portadas de volta para o Linux 5.15 ou carregadas pela compilação do kernel do Ubuntu, mas provavelmente nenhum dos itens de grande valor. É um ciclo vicioso sem fim com todos os drivers que fazem parte do kernel e o software de código aberto avançando continuamente.

Felizmente, o PPA Kernel Mainline do Ubuntu fornece compilações de kernel do Linux 5.16 ou Linux 5.17 no momento em que o Ubuntu 22.04 for lançado oficialmente, entre outras compilações/PPAs de kernel de terceiros. Também está nos planos da Canonical tornar o Ubuntu “o melhor desktop Linux para jogos” , o que deve fazer com que se empenhem mais em recursos importantes para este fim.

Via Phoronix

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Mais lidas

Últimos posts

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
×