in

DOSBox é atualizado depois de dez anos

Programa serve para executar jogos antigos do DOS no Linux, Windows e macOS.

DOSBox é atualizado depois de dez anos

Demorou, mas chegou. Após 10 anos do último lançamento o DOSBox, um emulador de plataforma cruzada para MS-DOS, estreia uma nova versão deste programa. Tudo graças a um grande trabalho de fãs que retomaram o novo projeto e trabalharam em vários patches para que isso fosse possível.

O DOSBox foi criado usando a biblioteca SDL e desenvolvido para executar jogos antigos do DOS no Linux, Windows e macOS.

É importante destacar que este novo projeto de “DOSBox Staging” é desenvolvido por uma equipe independente. Portanto, eles nada têm a ver com a equipe original do DOSBox que ganhou poucas alterações nos últimos anos.

DOSBox é atualizado depois de dez anos

Então, o novo DOSBox Staging tem como principal objetivo ser fácil de usar. Além disso,  simplifica a participação de novos desenvolvedores (por exemplo, usando Git em vez de SVN). Sendo assim, o trabalho está focado em expandir a funcionalidade nos jogos DOS e dar suporte para plataformas modernas.

Os objetivos do projeto não são fornecer suporte a sistemas legacy, como Windows x e OS/2, além de focar na emulação de hardware DOS. A principal tarefa é garantir a execução de jogos antigos de alta qualidade em sistemas modernos (um fork do dosbox-x separado está sendo desenvolvido para emular o computador).

O que há de novo no DOSBox Staging 0.75?

DOSBox é atualizado depois de dez anos

Nesta nova versão, os desenvolvedores se concentraram em fazer uma transição para a biblioteca de mídia SDL 2.0. Assim, o suporte ao SDL 1.2 foi descontinuado, além de fornecer suporte para diferentes APIs gráficas modernas, incluindo a adição de um novo modo de saída “textura”, que pode funcionar através do OpenGL, Vulkan, Direct3D ou Metal.

Quanto às melhorias, podemos descobrir que o DOSBox Staging 0.75 suporta arquivos CD-DA (Compact Disc-Digital Audio) nos formatos FLAC, Opus e MP3 (anteriormente suportados por WAV e Vorbis).

Além da adição de suporte para altas resoluções, que consiste em criar um modo de escala de pixel correto, mas sempre tentando preservar a proporção, por exemplo, ao iniciar um jogo de 320 × 200 em uma tela 1920 × 1080, os pixels serão redimensionados em 4 × 5 para uma imagem de 1280 × 1000 sem desfoque.

As configurações de renderização foram alteradas

Por padrão, um back-end baseado em OpenGL com correção e escala de proporção de aspecto 4: 3 é usado usando o sombreador OpenGL. Adicionado suporte de recompilação dinâmica para CPUs de 64 bits e modos de saída compostos e monocromáticos para jogos criados para placas gráficas CGA.

Das outras alterações mencionadas nesta nova versão DOSBox Staging:

  • Adicionada a capacidade de redimensionar arbitrariamente a janela.
  • O comando AUTOTYPE foi adicionado para simular a entrada do teclado, por exemplo, para ignorar os protetores de tela.
  • Novos métodos de personalização do comportamento do mouse foram adicionados.
  • Por padrão, o emulador OPL3 Nuked é usado, o que fornece uma melhor emulação do AdLib e SoundBlaster.
  • Adicionada a capacidade de alterar teclas de atalho em qualquer lugar.
  • A configuração no Linux foi movida para o diretório ~ /.config /dosbox/.
  • Foi adicionado suporte para usar os shaders GLSL para acelerar o processamento da saída emulada.
  • Construções de linguagem C ++ 11 agora são permitidas.
  • Um sistema de Integração Contínua (IC) que depende de cada envio de código foi implementado para fornecer feedback imediato aos desenvolvedores
  • Adicionadas verificações de análise estática realizadas por Clang do LLVM, Coverity da Synopsys e VIVA64 Program Verification Systems (PVS) Studio.
  • Adicionadas verificações de análise dinâmica realizadas pelo desinfetante comportamental indefinido (UB) de Clang e pelos desinfetantes de endereço e UB do GCC.
  • Cria de forma limpa em todas as plataformas e compiladores suportados

Finalmente, se você quiser saber mais sobre isso, verifique os detalhes no link a seguir.

Instalação

Para os interessados em instalar esta nova versão, você pode consultar as instruções no seguinte link.

Linux Adictos

Ubuntu poderá ter suporte oficial para Raspberry Pi

Ubuntu 20.04 já está preparado para o Raspberry Pi

Elive 3.8.12 Beta lançado

Elive 3.8.12 Beta lançado