Elon Musk paga US$ 44 bilhões e compra o Twitter

Claylson Martins
4 minutos de leitura

A ameaça das últimas semanas se concretizou e o bilionário Elon Musk pagou nada menos que US$ 44 bilhões pela plataforma de microblog Twitter. Assim, ele passa a deter 100% do Twitter após semanas de negociações. Estima-se que o valor total da operação seja de US$ 44 bilhões (cerca de R$ 214 bilhões), pois o empresário pagará US$ 54,20 por ação (cerca de R$ 264). O Twitter informa que aceitou a oferta de Musk de adquirir a empresa de capital aberto.

Momentos após a notícia de que as negociações no Twitter foram interrompidas, a empresa divulgou um comunicado à imprensa confirmando que estava aceitando a oferta de Musk de tornar a rede social privada.

O conselho do Twitter conduziu um processo cuidadoso e abrangente para avaliar a proposta de Elon com foco deliberado em valor, certeza e financiamento, disse o presidente do conselho independente do Twitter, Bret Taylor, sobre o acordo. 

A transação proposta proporcionará um prêmio substancial em dinheiro e acreditamos que é o melhor caminho a seguir para os acionistas do Twitter.

Elon Musk paga US$ 44 bilhões e compra o Twitter

Com a aquisição, a companhia deixará de ter ações negociadas na bolsa, e se tornará de capital fechado. O negócio ainda está sujeito a aprovações regulatórias. O comunicado da empresa cita que espera que o processo de compra seja finalizado ainda neste ano.

No comunicado à imprensa, Musk repetiu seu refrão de que “liberdade de expressão” é a chave para o futuro do Twitter, embora a maioria de suas ideias sobre como otimizar a rede social, incluindo adicionar novos produtos, combater spam e abrir seus algoritmos, sejam coisas que a empresa já estava em processo de fazer antes de sua intervenção dramática.

Liberdade de expressão

Elon Musk paga US$ 44 bilhões e compra o Twitter
Elon Musk paga US$ 44 bilhões e compra o Twitter

“A liberdade de expressão é a base de uma democracia em funcionamento, e o Twitter é a praça da cidade digital onde são debatidos assuntos vitais para o futuro da humanidade”, disse Musk.

“Também quero tornar o Twitter melhor do que nunca, aprimorando o produto com novos recursos, tornando os algoritmos de código aberto para aumentar a confiança, derrotando os bots de spam e autenticando todos os humanos. O Twitter tem um tremendo potencial – estou ansioso para trabalhar com a empresa e a comunidade de usuários para desbloqueá-lo.”

O Twitter diz que a transação, que foi aprovada por unanimidade pelo conselho, provavelmente será fechada este ano. O processo ainda depende da aprovação de acionistas e reguladores e “a satisfação de outras condições habituais de fechamento”. Até que esses assuntos sejam resolvidos, não é um negócio concretizado.

Desde a semana passada, as especulações da compra eram fortes. Inclusive com declarações de acionistas contrários à aquisição. Todo o processo foi bem rápido, especialmente se considerarmos o tamanho do negócio.

Via Techcrunch

Share This Article
Follow:
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.