Hoje é:07/03/2021
emotet-ameaca-de-malware-continua-mesmo-com-interrupcao-de-sua-acao-global

Emotet: Ameaça de malware continua, mesmo com interrupção de sua ação global

Ameaças de malwares são cada vez mais frequentes. Há uma frequência mensal na ação de diversos tipos deles. Assim, a Check Point Research (CPR), braço de Inteligência em Ameaças da Check Point® Software Technologies Ltd. (NASDAQ:CHKP), uma fornecedora líder de soluções de cibersegurança global, divulgou o Índice Global de Ameaças referente ao mês de janeiro de 2021. Em primeiro lugar ma lista ficou o Malware Emotet, com um impacto global de 6% das organizações, mesmo depois da interrupção de sua ação gobal.

“A ação da polícia internacional fez decrescer o número de organizações impactadas pelo Emotet em 14%. As campanhas maliciosas de spam utilizam diversas técnicas para disseminar o botnet, como links, documentos anexados ou arquivo zip protegidos por senha.”

Malware Emotet

O Emotet foi identificado pela primeira vez em 2014 e, desde então, vem sendo atualizado de forma a manter a sua eficácia. Essa ameaça pode custar muito aos cofres das empresas que consegue atacar.

“O Emotet é uma das variantes de malware mais onerosas e prejudiciais já vista. O esforço conjunto feito pelos organismos e meios legais para o derrubá-lo foi essencial, é uma grande conquista,” afirma Maya Horowitz, diretora de Pesquisa de Inteligência de Ameaças da divisão Check Point Research (CPR). “Contudo, novas ameaças surgirão inevitavelmente para o substituir, e as organizações ainda precisarão garantir com sistemas de segurança robustos a proteção de suas redes. Como sempre, um treinamento e a educação ampla aos colaboradores são essenciais para que sejam capazes de identificar os diferentes tipos de e-mails maliciosos que espalham cavalos de Troia e bots”, reforça Maya.

Em janeiro deste ano, o Emotet continua sendo o malware mais popular, com um impacto global de 6% das organizações, seguido de perto pelo Phorpiex e o Trickbot – que impactaram 4% das organizações em todo o mundo cada um.

Os principais malwares de janeiro no Brasil

“O principal malware no Brasil em janeiro de 2021 foi o XMRig, cujo impacto nas organizações no mundo foi de 3,23%, ao passo que no Brasil o índice foi de 6,41% das organizações brasileiras impactadas. O Emotet não aparece na lista Top 10 do Brasil do mês passado”.

emotet-ameaca-de-malware-continua-mesmo-com-interrupcao-de-sua-acao-global

“O Índice de impacto de ameaças globais da Check Point e seu mapa ThreatCloud são alimentados pela inteligência ThreatCloud da Check Point, a maior rede colaborativa para combater o crime cibernético que fornece dados de ameaças e tendências de ataque de uma rede global de sensores de ameaças”.

Além disso, “o banco de dados da ThreatCloud inspeciona mais de 3 bilhões de sites e 600 milhões de arquivos diariamente e identifica mais de 250 milhões de atividades de malware todos os dias”.

Com informações de Check Point

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Atualmente é professor substituto na mesma Instituição e assessora a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Meio Ambiente de sua cidade. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *