in

Empresas de hospedagem de sites podem convidar você a parar de usar os serviços!

O crescimento do seu site é maravilhoso, apenas para você!

empresas-de-hospedagem-de-sites-pode-convidar-voce-a-parar-de-usar-os-servicos

Hospedar um site pode parecer simples e fácil, especialmente quando você está começando. No entanto, o que você não sabe é que quando você começar a crescer a coisa muda de figura. Primeiro, deixe-me explicar o motivo deste artigo. E segundo, fique de olho nos serviços da empresa de hospedagem de sites que você usa.

Em conversas aleatórias, identificamos que alguns sites simplesmente começam a não funcionar como deveriam. Reunimos alguns donos de sites, conversamos de maneira particular com cada um e os mesmo relatos foram realizados.

No entanto, o mais espantoso é que quase todos reclamaram que após algum tempo e com o crescimento do site, aquele plano barato de hospedagem precisou ser trocado. Mas, até aí tudo bem, afinal de contas com o crescimento do site, aquela hospedagem básica já não daria conta mesmo.

Mas, depois vem o primeiro upgrade de planos da hospedagem de sites, e em seguida mais um, mais outro. Parece que o seu site está crescendo mais rápido que nunca. E assim, começa a verdadeira exploração, aquele plano baratinho começa a sair caro demais para um site que não cresceu tanto assim.

Funciona assim…

Você contrata um plano simples e barato, depois de alguns meses o painel começa a informar que você está consumindo todos os recursos da sua hospedagem, que naquele momento é a compartilhada. Em seguida, você acha normal, afinal de contas o seu site deve ter crescido, mas só que não.

O atrativo de algumas hospedagem é o preço, que na verdade é um convite para entrar em um verdadeiro esquema lucrativo de hospedagem de sites. É claro que não podemos dizer que toda empresa faz isso, mas algumas das maiores sim e com muita facilidade.

Após algum tempo, mais upgrades do seu plano será solicitado. E você passa a não entender, já que o seu site não pode ter dobrado em número de acessos em nos de 60 dias. E mais upgrade, e mais troca de serviços e mais… e mais…

O que acontece depois?

Depois que você subir todos os níveis das hospedagem compartilhadas, você será convidado a contratar outro tipo de serviço que pode ser VPS, Cloud ou até mesmo um servidor dedicado. Mas aí você pode pensar que isso é normal? Certo?

Errado! Se o seu site não cresceu tanto assim, não faz sentido ter uma hospedagem com um servidor dedicado ou algo mais avançado. Sites com muitos acessos, são geralmente os de conteúdo, especialmente de fofoca ou de nicho voltado para o entretenimento de modo geral.

Se o seu site é comercial, ou uma página falando apenas sobre o seu serviço, abra seu olho e feche o seu bolso, não faz sentido nenhum você trocar de plano. A primeira coisa que você precisa ter em mente usar algum serviço que conte suas visitas, o nosso preferido é o Google Analytics. Evite usar contadores de visitas das próprias empresas de hospedagem, os números podem não ser tão assertivos assim.

Upgrade de hospedagem de sites

Agora vamos seguir com a saga. Note que você sempre será convidado para fazer o upgrade, ou, porque há mesmo um real crescimento ou, porque aquele servidor compartilhado já está cheio e você já deve estar apto para seguir para um plano um pouco mais caro. E assim, você libera a sua vaguinha naquele servidor para outro site menorzinho que vai participar do “roda roda vem que tem”.

Após você esgotar as possibilidades dos planos compartilhados, chega o momento é que o seu site começará a viver aos soluços. E assim, um “cai cai balão” toma conta do seu precioso material de trabalho, neste caso o site. E todo dono de site fica apreensivo com todas as quedas sem motivo aparente.

De acordo com as conversas que tivemos com estes usuários. Em alguns casos a empresa de hospedagem de sites diz que o problema é no site e na verdade não é. Configurações padrões, cache configurado para tudo, pode causar problemas em sites com conteúdo diário, e até mesmo com o WordPress. Nem tudo no WordPress precisa ou deve ter cache, e podemos citar o Joomla também.

VPS, Cloud e servidor dedicado

Agora começa a parte lucrativa da empresa de hospedagem de sites. Digamos que o seu site já foi convidado para migrar para o VPS, Cloud ou servidor dedicado, você usuário comum vai migrando pensando que o seu site está repleto de acessos, só que não.

Os servidores dedicados, de acordo como que testamos, equivalem a um servidor VPS básico da Digital Ocean por exemplo. E assim, você compra gato por lebre. Um servidor dedicado, para quem não conhece, é semelhante a ter um computador todo seu, com todos os recursos “dedicados” para o seu site, e assim é quase impossível um site básico usar este serviço.

Servidor dedicado geralmente é usado por sites com milhões de visitas, como aquele site que tem “100 milhões de uns todos os dias”, neste caso pode ter mais de um servidor dedicado ou redundantes, e até outros tipos mais robustos de servidores.

O que você não sabe, é que quando os recursos destes supostos servidores VPS, Cloud ou dedicados são estourados, você começa a ser bloqueado, erros jamais vistos começam a aparecer no seu site.

Convite para sair da empresa de hospedagem de sites

E agora chega o momento crucial. Já que você anda consumindo muito os recursos dos serviços que você contratou, alguns erros jamais vistos em seu site, que nunca sofreu uma alteração de nada, começam a aparecer. Em alguns relatos até bloqueios são exibidos e assim começa o grotesco convite para que você saia daquela hospedagem de sites.

E aí as alegações são muitas, vamos listá-las:

  • Você atualizou o plugin X e é ele quem está causando isso!
  • Você está com um erro no tema, você precisa verificar o que está acontecendo!
  • O plano D preciso ser migrado para o plano F pois o seu site cresceu muito!
  • Os recursos estão sendo consumidos rapidamente porque há um loop que faz isso!
  • O seu htaccess e o banco de dados precisa ser otimizado!

Por fim, tudo fica do lado do cliente, nenhum problema pode estar acontecendo no servidor da empresa de hospedagem de sites. Perceba que isso é um convite indireto para que você saia daquela empresa e busque outra. E que é preciso que você sempre analise bem antes de migrar seu site para outra empresa de hospedagem.

O que fazer quando for trocar de empresa de hospedagem de site?

Simples, entre em contato com a nova empresa, converse e explique o que está acontecendo. Como dito antes, nem todas as empresas são sacanas e vão tentar ajudar você da melhor maneira possível. Não insista na empresa antiga, muitas vezes elas realmente não tem condições de atender a sua nova demanda e vão fazer tudo para que você cancele o serviço, mesmo que ela tenha exigido fidelidade por alguns anos.

  • Algumas regras para você não ter dores de cabeça com hospedagem de sites:
  • Nunca compre anos de hospedagem de sites sem experimentar direito mesmo que ofereça 30 dias de reembolso, há algumas regras para receber seu dinheiro de volta.
  • Quando receber algum serviço grátis, ou incluso no pacote, fique atento as condições!
  • Observe a reputação da empresa em sites de reclamações
  • Converse com quem entende do assunto, talvez fóruns ou amigos que já tenham sites antes de você possam te ajudar!
  • Seja sincero com a nova empresa de hospedagem, conte o que aconteceu!

E assim, não pense me retornar mais para a empresa anterior. Mesmo que você tenha um site novo, é possível que uma nova saga comece e você depois tenha que migrar tudo de novo. Fique atento, algumas empresas de hospedagem de sites querem sites leves, simples e que não gerem custos, e sim lucros.

Conversamos com donos sites, ex-funcionários de algumas empresas e resolvemos publicar! Fique de olho!