Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

28/08/2021 às 17:12

8 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Engenheiro troca Dell por AMD para implementar melhorias no Linux

Linux 5.15 é um kernel muito interessante para AMD

A AMD tem investido pesado no desenvolvimento do Linux nos últimos tempos. Para isso, estáa contratando engenheiros e outras pessoas especializadas em Linux para ampliar a performance dos processadores com este sistema operacional. Isso ocorre pelo menos desde o ano passado, com um aumento importante da equipe responsável pelo Linux. Isso tudo tem uma razão de ser: o mercado de servidores e vários clientes em potencial. Assim, a AAMD está levando o engenheiro Mário Limonciello para desenvolver projetos específicos para o Linux e sendo assim, ele troca a Dell pela nova empresa.

A retomada ocorre depois de algumas décadas da dispensa de equipes inteiras responsáveis pelos trabalhos com o Linux. Muitos desenvolvedores ligados ao Linux foram demitidos e a AMD fechou o Centro de Pesquisa de Sistema Operacional há quase 10 anos, mais precisamente em 2012. O Centro de pesquisa funcionava em Dresdem, na Alemanha. Lá, os desenvolvedores Linux responsáveis pela nova habilitação de CPU/chipset, otimizações de compilador, melhorias de virtualização e outros trabalhos do kernel Linux estão fora de serviço.

Engenheiro troca Dell por AMD para implementar melhorias no Linux

O suporte Linux da AMD para lançamentos recentes de CPU (e GPU) tem sido bom. No entanto, a Intel continua a servir como o “padrão ouro” de suporte Linux quando se trata de fornecer suporte pré-lançamento pontual para novo hardware, geralmente garantindo seus novos recursos de hardware com suporte no Linux, certificando-se de que suas futuras microarquiteturas sejam bem suportadas pelos compiladores de código aberto, por exemplo. O grande pool de engenharia de código aberto da Intel permitiu esse suporte muito bom de hardware de pré-lançamento. Além disso, esse grande pool de talentos levou a Intel a contribuir significativamente para várias melhorias não específicas da Intel no kernel Linux e em outras áreas.

Embora o suporte do processador AMD esteja geralmente em boa forma no lançamento no Linux, seus engenheiros do Linux têm tido falta de pessoal desde o infeliz fechamento do OSRC em 2012. Isso levou alguns problemas, como temperatura e monitoramento de energia, muitas vezes não chegando ao Linux até pós-lançamento pela comunidade. Isso ocorreu mesmo quando muitas vezes são apenas novos IDs precisando ser adicionados.

Por outro lado, Google e outras empresas contribuíram com recursos de hardware normalmente realizados pelo fornecedor de hardware, suporte do compilador para novas microarquiteturas não sendo publicado antes do tempo de lançamento e, portanto, por mais tempo até em um compilador estável, várias peculiaridades e outras áreas que poderiam ser melhoradas.

Afinal, quem é o engenheiro especializado em Linux que está chegando à AMD?

Desta vez, segundo o site Phoronix, quem está chegando ao Projeto Linux da AMD é o renomado engenheiro Mario Limonciello. Assim, ele está entre os seus recém-contratados Linux na empresa. Mario é um engenheiro Linux de longa data na Dell desde 2008 que esteve envolvido com o “Projeto Sputnik” e seus outros trabalhos de habilitação para Linux na Dell. Em particular, esteve fortemente envolvido com os esforços da Dell em torno dos pré-carregamentos do Ubuntu em uma variedade de laptops/desktops de consumo ao longo dos anos. Ele também esteve envolvido com a atualização de firmware do FWUPD no Linux e outros trabalhos enviando uma série de patches upstream do kernel do Linux.

Engenheiro troca Dell por AMD para implementar melhorias no Linux

Antes de ingressar na Dell, ele também foi um contribuidor do Ubuntu (e desenvolvedor Mythbuntu, na imagem acima – à esquerda, em 2007 na antiga conferência Ubuntu Live) e também se envolveu com os scripts de instalação ATI fglrx naquela época e muito mais.

Com sua experiência e trabalho significativo com clientes Linux na Dell, é ótimo ver que agora ele está na AMD trabalhando em seus esforços Linux.

Acontece que ele ingressou na AMD no início deste ano. Sua aparente entrada na empresa veio semanas depois que os empregos mencionados neste artigo anterior sobre a AMD estão contratando mais engenheiros Linux. O que é significativo nisso é que essas ofertas de emprego eram para Linux no lado do cliente. Essas postagens também mencionaram “uma nova organização” sendo construída na AMD em torno do Linux para o cliente.

Além disso, Mário já começa a fazer a diferença nos projetos na AMD, com a mais recente série de patches trazendo Yellow Carp para o driver de monitoramento de temperatura k10temp! Suporte de monitoramento de temperatura de pré-lançamento para um cliente APU! Yellow Carp é possivelmente a APUs Rembrandt da próxima geração. 

Vendo o driver de monitoramento de temperatura da CPU suportar o pré-lançamento para Yellow Carp/Rembrandt, embora possa parecer bobo para os usuários do Windows, ver isso acontecer para o cliente é significativo. 

Desde que ingressou na AMD em abril, Mario também tem trabalhado em algumas correções para Renoir/Cezanne e outras partes também. Por fim, este deve ser apenas o começo de mais melhorias no cliente AMD Linux. A AMD também está contratando para trabalhar no agendador do Linux, gerenciamento de memória e outras áreas com algumas dessas posições ainda não preenchidas.

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.