in

Estados Unidos dominou o mercado de 2019 na fabricação de chips

As empresas americanas equilibraram todos os tipos de fabricação de chips.

Estados Unidos dominou o mercado de 2019 na fabricação de chips
Imagem: Reprodução | Phone Arena.

Os fabricantes de chips desempenham um papel importante na indústria de tecnologia móvel e agora a Digitimes está compartilhando informações sobre quem ganhou a medalha de ouro nas vendas em 2019. Segundo fontes, a maior parte do mercado de chips foi ocupada por empresas com sede nos Estados Unidos. Dessa forma, os Estados Unidos dominou a fabricação de chips em 2019.

Estados Unidos e a fabricação de chips

Empresas americanas, como Qualcomm e Broadcom, dominaram o mercado e assumiram um total de 55% das vendas. Logo em seguida estão as empresas da Coreia do Sul com 21%. Além disso, empresas com sede em Taiwan (como a MediaTek) reivindicaram um total de 6% do total de vendas.

Infelizmente, a Coreia do Sul e o Japão tiveram um desempenho mais fraco no segmento de mercado mencionado acima. Por sua vez, o mercado foi dominado por empresas com sede em Taiwan e China. No entanto, as empresas americanas equilibraram todos os tipos de fabricação e design de chips. Portanto, elas dominaram com sucesso o mercado.

Estados Unidos dominou o mercado de 2019 na fabricação de chips
A maior parte do mercado de chips foi ocupada por empresas com sede nos Estados Unidos.

Além disso, o relatório da Digitimes menciona uma queda de 32% nas vendas de chips de empresas com sede na Coreia do Sul, como Samsung e SK Hynix, devido à menor demanda por chips de memória em 2019. Infelizmente, não sabemos como o mercado ficará para o ano de 2020, dada a preocupante situação de saúde pública que está dominando o mundo no momento.

Por fim, caso queira ler mais matérias sobre código aberto, Linux, Android, hardware, programação e ficar atualizado com as novidades do mundo da tecnologia, fique à vontade para acompanhar as matérias no canal do site no Telegram.

Fonte: Phone Arena

Leia mais:

Conheça o chip de armazenamento para smartphones da Samsung com 2,100 MB/s de leitura e 1,200 MB/s de gravação

Chip de computação pode “sentir o cheiro” de explosivos, narcóticos e doenças