in

EUA e seis aliados apelam para backdoors em serviços criptografados

A declaração acrescenta que a criptografia ponta a ponta cria sérios riscos à segurança pública.

EUA e seis aliados apelam para backdoors em serviços criptografados

O Departamento de Justiça dos EUA, ao lado de autoridades de seis outros países aliados, emitiu um comunicado pedindo às empresas de tecnologia que criem backdoors para que as autoridades possam acessar os dados assim que um mandado for obtido.

A declaração foi assinada por representantes governamentais dos EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Índia e Japão. O documento diz:

Implementações específicas de tecnologia de criptografia representam desafios significativos para a segurança pública. Instamos a indústria a tratar de nossas sérias preocupações quando a criptografia é aplicada de uma forma que impede totalmente qualquer acesso legal ao conteúdo.

EUA e seis aliados apelam para backdoors em serviços criptografados

A declaração acrescenta que a criptografia ponta a ponta cria sérios riscos à segurança pública. Ela solicita acesso a aplicativos de mensagens criptografadas, como WhatsApp e dados armazenados localmente.

EUA e seis aliados apelam para backdoors em serviços criptografados
Permitir que as autoridades acessem informações criptografadas por meio de backdoors tem sido uma questão controversa.

O documento continua:

Embora esta declaração se concentre nos desafios apresentados pela criptografia ponta a ponta, esse compromisso se aplica a toda a gama de serviços criptografados disponíveis, incluindo criptografia de dispositivo, aplicativos criptografados personalizados e criptografia em plataformas integradas.

O debate sobre criptografia dominou as manchetes em 2016, quando a Apple se recusou a ajudar o FBI a desbloquear um iPhone.

No início deste ano, um grupo de três senadores propôs um novo projeto de lei denominado Lei de Acesso Legal a Dados Criptografados, que daria às autoridades policiais a capacidade de solicitar acesso a dados criptografados em um dispositivo, autorizando aplicação da lei para pesquisar e apreender os dados.

A maioria das pessoas, especialmente os usuários mais experientes em tecnologia, fica muito mais feliz sabendo que seus dados estão seguros, privados e não podem ser acessados.

Os governos, por outro lado, prefeririam que nada fosse inacessível e muitas vezes apelam por mudanças sob o disfarce ligeiramente cínico de prevenir o terrorismo.

Fonte: Tech Spot

Governo russo deseja proibir criptografia TLS 1.3

Ataque Raccoon permite que os hackers quebrem a criptografia TLS

Acadêmicos encontram bugs de criptografia em 306 aplicativos Android populares