in

Extensão permite que você envie spam de volta

Veja como isso funciona.

Extensão permite que você envie spammers de volta

Você mal abre sua conta de e-mails e lá estão eles, prontinhos para entupir sua caixa de entrada. Atrapalhando seu tempo e colocando sua segurança em risco. Não tem filtro que resolva a questão dos spams, que sempre chegam em grande quantidade. Evitar essa avalanche de spams tem sido uma tarefa das mais complicadas. No entanto, agora surge uma extensão e ela permite que você envie spams de volta.

Quando sua paciência estiver mais cheia que a caixa de mensagens, temos duas opções, deletar aquele e-mail de spam ou também podemos fazer outra coisa: revidar. Pelo menos esta é a promessa que o ‘You Got Spam‘ nos oferece. Trata-se de uma extensão gratuita para o Google Chrome.

Esta ferramenta foi desenvolvida pelo MSCHF. Assim, com um único clique, você pode inscrever o endereço de e-mail do remetente em centenas de inscrições de spam, fazendo-o experimentar o seu próprio remédio.

Obviamente, isso significa que o recurso pode funcionar de forma maliciosa ou antiética, pois qualquer e-mail que recebermos pode ser o assunto dessa campanha automática de spam.

Se o tivermos ativado, veremos que (próximo aos botões para marcar como não lido ou adiar) um ícone violeta aparecerá. Ele vai estar na forma de um emoji diabólico. Se o pressionarmos, aparecerá a seguinte mensagem:

Tela inteira 6 11 20 9 46

Assim fica fácil promover uma vingança contra quem nos envia esses spams. Daniel Greenberg, criador desta extensãoafirma que “os dias das mensagens de pílulas de viagra baratas e os lucros dos príncipes nigerianos acabaram. Bem, pessoal, só há uma solução: temos que contra-atacar.”, ressalta ele.

Talvez seja uma boa ferramenta para testar indo até a pasta “Spam” do Gmail. Então, fica a critério de nossa ética e consciência usar esse recurso para sua finalidade de criação.

Free Software Foundation

FSF divulga vídeos das comemorações de 35 anos da Fundação

Pela primeira vez em 20 anos, Python supera Java como a linguagem de programação mais popular

Pela primeira vez em 20 anos, Python supera Java como a linguagem de programação mais popular