SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Fedora 27 com grandes mudanças, inclusive fim do Linux Kernel de 32bit!

Muitas mudanças receberam o sinal verde da equipe do Fedora 27, confira!

O Fedora 27 está sendo desenvolvido a todo vapor com reuniões com o FESCo (Comitê de Engenharia e Direção do Fedora), que aconteceu na última sexta-feira já tinham aprovado muita coisa para o Fedora 27. Como sabemos, o Fedora 26 foi lançado recentemente, mas o Fedora é sempre um projeto que não para, então a próxima versão já está sendo planejada.

Haverá novidades sobre os pacotes Flatpaks no Fedora 27?

Uma gama imensa de aplicações Flatpaks foram aprovadas e serão lançadas no Fedora 27. A ideia será os mantenedores dos pacotes criarem suas versões Flatpaks e disponibilizá-las para testes e instalação. O plano é tornar o Fedora 27 mais maleável em relação as dependências, que a aplicação escolha a biblioteca mais adequada, claro, com base em resultado de testes. Tudo isso para que menos erros de qualquer pós atualização ocorra, e que ao atualizar uma biblioteca, outras estejam disponíveis caso a aplicação necessite de uma verão mais antiga. No cenário atual, alguns aplicativos podem apresentar um comportamento inesperado quando as suas dependências são atualizadas e acabam gerando erro na aplicação que ainda não possui suporte para nova versão. Com o uso dos pacotes Flatpaks isso pode acabar.

Segundo os testes que estão sendo feitos, os pacotes Flatpaks são muito mais robustos do que o modelo RPM atual, e pelo andar da carruagem, os pacotes Flatpaks no Fedora devem trazer mais surpresas até o final do ano.

E sobre o fim do Kernel 32 bits no Fedora 27 ?

Quanto ao fim do Linux Kernel de 32 bits, o famoso i686, sim ela ainda continua. Todos sabemos que muitos desenvolvedores estão parando de produzir softwares para 32 bits. Isso porque placas de vídeos como as produzidas pela AMD funciona muito melhor em sistemas de 64 bits do que 32 bits.

A discussão sobre o fim do Linux Kernel i686 no Fedora começou pelo desenvolvedor do Kernel do Fedora Josh Boyer. Ele entende que para quem usa sistemas de 32 bits isso é uma desvantagem. Bom, vamos ao que ele disse na íntegra.

Qualquer pessoa com hardware de 32 bits vai contra essa mudança. É uma desvantagem conhecida. Também não muda o fato de que os kernels i686 estão em um estado zumbi, onde o kernel não os suporta ativamente e a comunidade não se intensificou significativamente. Essa abordagem foi feita há bastante tempo, e comunicada explicitamente. O fato de os kernels i686 continuarem a funcionar em geral é basicamente sorte.

Disse Josh Boyer – Desenvolvedor do Kernel do Fedora

Então, a menos que alguém ou melhor, um bom grupo de voluntários queira manter o Kernel i686 no Fedora 27, sim ele pode para com o suporte até lá.

Para os fãs de testes de distribuições, saiba que o Fedora 27 vai trazer uma boa mudança em seu instalador. A ideia é que o Anaconda, que é atualmente o instalador usado no Fedora, seja menos redundante, em especial para os usuários do Fedora Workstation no GNOME.

Além de todas essas mudanças, o Fedora 27 vai usar o RPM 4.14 que teve muita coisa reescrita, e a dependência Python foi melhorada quase que 100%.

Enfim, prepare-se para novidades, melhorias e uma nova experiência criada entre a Red Hat e a imensa Comunidade Fedora! A qualquer momento mais novidades.

Comentários