Notícias

01/11/2021 às 08:00

6 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Firefox 94 começa a usar o EGL no Linux e garante melhor desempenho com menor consumo de energia

Firefox 94 começa a usar o EGL no Linux e garante melhor desempenho com menor consumo de energia

Menor consumo de energia e melhor desempenho: essas são duas promessas do EGL que o navegador Firefox 94 começa a usar. Portanto, o navegador Mozilla Firefox 94 começará a usar seu back-end EGL no desktop Linux em conjunto com drivers gráficos suportados para fornecer melhor desempenho, menor consumo de energia e outros benefícios.


O Firefox tem preferido GLX a EGL no Linux, mas agora que o suporte EGL foi estabilizado por um tempo e há razões convincentes para usá-lo, o Firefox 94 começará a fazê-lo no desktop Linux. O suporte EGL do Firefox foi originalmente iniciado para Android. O código EGL do Firefox foi aprimorado no processo para suportar OpenGL de desktop em vez de apenas OpenGL ES, o suporte DMA-BUF do Firefox foi criado para oferecer mais vantagens de cópia zero e o suporte ao Wayland continua a melhorar.

O Firefox é um aplicativo que se beneficia muito da aceleração de hardware em muitas áreas. No entanto, até recentemente, a renderização do software permanecia o padrão. Foi apenas neste ano que finalmente o Webrender, o novo mecanismo de renderização do Firefox, foi habilitado para a maioria dos usuários Linux.

Há uma lista muito longa de desenvolvimentos que tornaram esta etapa mais fácil e, portanto, possível. Para nomear alguns:

  1. Os drivers OpenGL ficaram melhores
  2. Os drivers Xorg DDX ficaram melhores (por exemplo, o driver de “configuração de modos” se tornou o padrão para Intel)
  3. Os desktops compostos tornaram-se mais comuns
  4. Suporte a plug-ins (Flash Player) foi retirado do Firefox
  5. Webrender tornou a aceleração de hardware muito mais desejável em comparação com o antigo backend de camadas OpenGL
  6. Surgiram novas tecnologias como Wayland e DMABUF

Firefox 94 começa a usar o EGL no Linux e garante melhor desempenho com menor consumo de energia

Firefox 94 começa a usar o EGL no Linux e garante melhor desempenho com menor consumo de energia
Imagem: Android Police

Particularmente com o Wayland se tornando bastante comum agora e usando EGL, o Firefox preferindo EGL a GLX está finalmente se tornando uma realidade. Além disso, o DMA-BUF e outros recursos tornam o EGL mais atraente.

Com o Firefox 94, o EGL será usado ao ser executado nos drivers Mesa 21.x ou mais recentes. O Firefox EGL no driver proprietário da NVIDIA se tornará o padrão quando a série de drivers NVIDIA 495 for mais amplamente adotada. É apenas com a série de drivers NVIDIA 495 que recentemente atingiu a versão beta, onde a extensão EGL_NV_robustness_video_memory_purge está presente que é necessária para o Firefox.

O Firefox usando EGL no desktop Linux deve render melhor desempenho WebGL, menor consumo de energia graças ao suporte a atualizações e danos parciais de tela, menos bugs devido ao código EGL estar em melhor forma e também torna a decodificação de vídeo de hardware por padrão um passo mais perto da realidade no Linux.

Mais detalhes sobre as mudanças que ocorrerão no Firefox 94 em torno do WebGL podem ser encontrados no blog da equipe gráfica da Mozilla.

O Firefox 94.0 está programado para ser lançado na próxima semana.

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.